Autoconhecimento

O que é karma? Saiba como lidar com ele para ser mais feliz!

Por Renata Prado 03/07/2020 ÀS 11H12
A roda de oração tibetana ajuda a se livrar dos karmas ruins A roda de oração tibetana ajuda a se livrar dos karmas ruins - Crédito: Elena11/Shutterstock

Afinal de contas, o que é karma? Karma vem do sânscrito e significa ação. É um termo vindo do budismo, hinduísmo e jainismo que, posteriormente, foi adotado pelo espiritismo. Em resumo, é a lei de causa e efeito atuante. A todo instante, com todas nossas atitudes, estamos produzindo karma - seja ele positivo ou negativo.

Carregamos muitas crenças acerca desse conceito e, para a maioria de nós, por questão cultural, aprendemos que os pesos que temos na vida é o preço pago pelos erros, cometidos nesta ou até em vidas anteriores.

Fato é que muito dessa culpabilidade foi implementada por conceitos religiosos. Adotamos crenças acerca desse conceito que, constituídas, se adequam à realidade daquilo que acreditamos. Por sermos seres criadores, o que temos é exatamente o que criamos. 

Temos que assumir a responsabilidade de quem somos e daquilo que queremos; não nascemos para sofrer, nem para pagar por erros cometidos, para penitência, remissão, muito menos dos erros de vidas anteriores. Devemos assumir a responsabilidade de quem somos e por nossos atos. 

Não se esqueça: você não é pecador e não tem que sofrer e padecer na vida para conquistar os reinos do céu.

O que precisamos é mudar como vemos o conceito de karma, que nada mais é do que causa e efeito, pois karma é ação e toda ação tem um resultado.

Somos nós que criamos toda e qualquer situação. Karma não é destino; você planta uma semente que irá germinar, crescer e você irá colher o que plantou. Simples assim.

Ou seja, compreenda quem é você e entenda suas falhas. Aprenda com os seus erros. Tudo que experienciamos faz parte do nosso processo de evolução, não há nada de bom ou ruim nessa lei, apenas são ações e os resultados daquilo pelo que somos responsáveis.

Como equilibrar o karma

  • Trabalhe seu autoconhecimento, se coloque em sintonia com o Universo, faça algo de bom pela humanidade, entre em harmonia;
  • Esteja consciente de quem você é e das suas atitudes;
  • Uma ajuda que você oferecer, um bom trabalho que você prestar, aquilo em que você coloca amor tende a te colocar nessa harmonia com a vida;
  • Trabalhe os sentimentos positivos;
  • Pare de reclamar, pois, ao reclamar você clama duas vezes por aquilo que te desagrada;
  • Compreenda as suas crenças;
  • Faça algo de bom e de bem para a humanidade;
  • Medite,
  • Ria, 
  • Brique com a vida;
  • Ame;
  • Seja grato.

É importante lembrar que, o fato de ter boas atitudes não irá anular aquela ação negativa que você teve - e o contrário também é verdadeiro. Por isso, é importante ter responsabilidade sobre suas ações, pois todas elas têm uma reação e disso não podemos fugir.

Chega de carregar culpa e se punir por isso! Tudo o que fazemos com culpa, temos a dor em dobro. Seja generoso(a) consigo. Temos dentro de nós uma fonte infindável de bons recursos, então acesse-os! Toda sabedoria de que você necessita está dentro de você.

Busque por ajuda de um profissional qualificado, mas faça a mudança por você e para você.

Seja simples com você, pare de complicar.

Lembre-se: Nossas crenças determinam a nossa realidade.

Texto: Renata Prado - Terapeuta e tarologa

Instagram: @renataprado.terapeuta

LEIA TAMBÉM:

02296