Fale conosco

O que vc está procurando?

Tarot

Conheça o arcano do tarot que nos indica as principais causas dos nossos sofrimentos

O arcano O diabo chama atenção por sua representação medieval. Entenda tudo sobre esta carta que nos indica as principais causas dos nossos sofrimentos

imagem de uma mesa de tarot com a carta do arcano o diabo
Aprenda os significados desta carta - Foto: Shutterstock

Para você superar os seus problemas é preciso evitar os pontos fortes dos seus inimigos e focar nos seus pontos fracos. Esse é um dos principais fundamentos escrito por Sun Tzu, em seu livro A Arte da Guerra, que nos ensina a sermos os líderes de nossa vida.  Mas quem realmente seria o seu inimigo? Desde os remotos tempos a personificação de um arcano adaptado no tarot é repleta de complexidade e assusta boa parte dos leigos. Afinal, muitas vezes até mesmo em razão das crenças e interferências religiosas. No entanto, usa utilização pode ser extremamente didática ao apontar as causas que nos levam e nos aprisionam aos sofrimentos.

COMO SERÁ O SEU DIA HOJE?DESCUBRA TUDO NO HORÓSCOPO DIÁRIO! LÁ TEM TODAS AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO

Se formos capazes de reconhecer essas causas em nós e não mais projetarmos em outros ou ainda nas circunstâncias, o arcano maior O Diabo nos apronta que daremos um largo em nossa evolução pessoal. Conheça um pouco mais sobre esse arcano maior do tarot, descubra e quebre com as correntes dos nossos sofrimentos.

Sua origem é remota, mas a sua personificação não.

Talvez você já tenha lido em algum lugar por aí o nome Zaratustra, ou essa seja a primeira vez. O fato é que esse nome passou a ser muito conhecido no ocidente por ser tema de uma das obras mais famosas do controverso filósofo Nietzsche, imortalizada como: Assim falou Zaratustra. Mas afinal, quem foi ele e qual a sua influência no Arcano maior O diabo?

Mazdeísmo, Zaratustra e o Arcano maior O diabo.

Alguns estudos apontam que a ideia do mal surgiu por meio da antiga religião persa, conhecida como Mazdeísmo (600 a.C). Essa religião foi fundada por Zaratustra, descrito como o pai da ética, aquele que defendia o racionalismo e também o primeiro a instaurar a crença monoteísta. Dizem que foi aqui que começou a se articular as noções de bem ou mal, céu e inferno e o livre-arbítrio. No meio esotérico, muitos defendem que Jesus foi a reencarnação dele ou que seus fundamentos inspiraram o Judaísmo e o Cristianismo tal como conhecemos hoje.

Partindo da ideia de que muitas coisas foram mudando conforme o contexto histórico e social, a personificação dessa figura também foi alterada propositalmente no tarot. Isso aconteceu para trazer seu significado sem erro e de forma mais objetiva. Desse modo, um dos primeiros pontos a serem retratados é o significado do nome O diabo. A simbologia vem do hebraico e sua tradução tem como significado para nossa língua a palavra adversário. Outro ponto importante é que antes do século XII, as pinturas mostravam uma figura animalesca. A mais famosa de todas é a luta de São Miguel Arcanjo que lutava com um horrível dragão.

Arcano Maior O diabo.

Pelo contexto histórico dos tarots mais conhecidos, como Marselha, Rider e Waite é fato que a inclusão do arcano maior O diabo está ligado ao ponto de vista cristão-medieval. Afinal, na ilustração vemos uma figura animal. É importante ressaltar isso para não gerar enganos.

Além da ilustração do Diabo, essa carta nos chama atenção para duas figuras acorrentadas, uma feminina e uma masculina, representando a nossa dualidade que está escravizada pela figura principal pintada como hermafrodita, ilustrando a junção dos princípios masculino e feminino de forma animalesca. Isso é uma referência a esfera Hod da cabala, dimensão relacionada ao auto-aperfeiçoamento. Tarefa pela qual aprendemos a domar as nossas emoções, desejos e nossas ações e atitudes, transformando em uma conduta moral. Talvez uma das grandes chaves do arcano maior O diabo, foram dadas na versão de Rider Waite, o pentagrama invertido.

Causas dos nossos sofrimentos e como superá-las segundo o Arcano Maior O diabo

Essa inversão do pentagrama é uma clara ideia de que todos esses princípios estão voltados para a matéria e não para o espírito. Além disso, analisando pelo contexto da psicologia analítica vemos a cabeça do arcano maior O diabo como sendo a mais próxima de um animal.

No mito do Minotauro (humano com cabeça de touro), a besta toma conta da nossa superioridade e nos prende a um labirinto mental insano, impossível de sair sem a ajuda da inteligência de nossa alma. A lenda é algo bem diferente do Centauro (parte superior do corpo de um humano e a parte inferior do corpo e pernas de um cavalo) e que é visto como aquele ser humano que domou a sua própria inferioridade.

Esse arcano fala sobre os nossos instintos, podendo também representar os sete vícios capitais. Sempre que nós nos deparamos com os sofrimentos que assombram a nossa alma inesperadamente, basta seguirmos aquela dica do escritor Sun Tzu: aprendamos a olhar e focar as nossas fraquezas. Mas também nos empenhar a domá-las, veja bem, não é combatê-las pois ela faz parte do nosso mecanismo de defesa. Desse modo, domar é fazer a alquimia que falamos no arcano O Mago, transformar o nosso  Orgulho em Magnanimidade, Ira em Diligência, Luxúria em Temperança, Gula em Caridade, Avareza em Castidade, Inveja em Paciência e Preguiça em Humildade. 

Felipe Bezerra é Tarólogo, Astrólogo e Terapeuta Holístico na Origem Therapias.

Instagram: @origemtherapias

Site: https://www.origemtherapias.com.br/

Leia também:

Conheça o efeito terapêutico do sino dos ventos

Aprenda fazer rituais com vela roxa para se dar bem no amor

Leia Também

Tarot

O tarot carrega dicas e sabedoria necessárias para nossos caminhos. Conheça aqui o arcano que está relacionado ao propósito com equilíbrio

Tarot

Saiba como ficam as previsões para o mês de Abril para todos os signos no amor, no campo mental e financeiro. Confira!

Tarot

A entrada do Astro Rei no primeiro signo do zodíaco marca uma nova fase astrológica. Entenda como aproveitar o Sol em Áries, segundo o...

Tarot

Conheça a magia do "O Mago" do tarot, arcano que representa a razão, a racionalidade, o conhecimento e a mente.