Últimas

Exu é do mal? Mitos e verdades sobre esta entidade

Por Karina Gomes 04/02/2020 ÀS 11H00
Descubra se o Exu é do mal Descubra se o Exu é do mal - Hintau Aliaksei/Shutterstock

Provavelmente você já deve ter ouvido falar que o Exu é do mal, certo? Muitas pessoas que não tem o real conhecimento sobre essa entidade acredita que ela esteja relacionado a algo ruim. Mas, isso é um engano! O Exu é um Orixá trabalhor, defensor e conhecido como o mensageiro e o Guardião dos terreiros, das aldeias, das cidades, das casas, do axé e do comportamento humano. Além disso, ele representa a comunicação, a paciência, a ordem e a disciplina. Conheça melhor a história deste Orixá! 

Mas, afinal, quem é Exu? 

O Exu foi a primeira divindade a ser criada pela poderosa matéria de Olodumaré, o solo avermelhado e lamacento, ele se tornou o elemento dinâmico que leva à propulsão, mobilização, transformação e crescimento. Assim, ele faz a ligação entre Olodumaré e os seres humanos, atuando como mensageiro, intermediário e participando do princípio de tudo o que vier a existir. Como diz o ditado: “Sem Exu, não se faz nada”. Por toda essa importância, Exu é o Orixá que recebe as oferendas em primeiro lugar pelos adeptos do Candomblé.

Exu é do mal? Confira! 

As principais características de Exu são similares às humanas, devido ao elemento em comum na criação de ambos, e é por isso que Exu é visto como o mais humano dos Orixás. Gledson Lima, tarólogo e percussionista, explica que, de acordo com as ideias de base do cristianismo, tudo aquilo que não esteja relacionado a Deus era consequentemente do Diabo. E, por ser o Orixá mais próximo dos seres humanos, ele carrega arquétipos semelhantes aos nossos. ''Se Exu é o Diabo, todos nós somos também, pois ele carrega nossos traços, sendo o orixá mais humano do Orun, aquele que, por vibrar em uma frequência (ou energia) mais baixa, está ao nosso lado a todo instante'', afirma.

Exu representa a rua, a bebida, as festas e a sexualidade. Se formos associá-lo ao ser humano, ele pode ser considerado aquele amigo que fala a verdade sem meias palavras. ''O Exú é aquele que damos a primeira dose de cachaça (a famosa "dose" pro santo), aquele que vai apontar onde você está errando e te ajudar a enxergar caminhos. Se você está vibrando no bem, ele te ajudará no bem. Se somos o mal, Exu age na nossa semelhança'', destaca Gledson. 

Quando incorpora em um iniciado, Exu dança de uma forma provocadora e sensual, segurando o “ogó”, que é um bastão que contém cabaças e que representa o sexo masculino. E foi por causa desse comportamento sensual e desses símbolos que Exu foi confundido com o diabo da religião cristã pelos antigos, gerando medo em muitas pessoas. No entanto, ele não é uma entidade negativa. Na realidade, o tarólogo explica que pelo sincretismo da Umbanda, Exu está ligado a Santo Antônio.

Principais características do Exu

Lima conta que iniciam os rituais com o Orixá Exu, porque ele é o que abre os caminhos para o Orun, ou seja, o mundo espiritual. A divindade aceita farofa com dendê e bife acebolado e aguardente com mel de abelha como oferendas. Segunda-feira é o dia ideal para magias dedicadas a esse Orixá. Suas cores são vermelho e preto e sua invocação em iorubá é: “Exu mo pe/ Kíkí Láaroye/ Láaroye Exu”, que significa “Exu, eu te chamo/ Salve o comunicador/ O comunicador das esferas”.

Faça uma oferenda para Exu e atraia sorte e proteção

Oferenda especial para Exu Faça, mentalmente, um pedido para Exu. Pegue uma cebola e corte-a em quatro partes. Coloque-a sobre um pratinho de papelão, junto com sete moedas de qualquer valor. Deixe tudo num canto da sua casa, onde ninguém mexa, por 24 horas. Depois desse período, des - pache a cebola e o prato debaixo de uma árvore. Guarde as moedas na sua bolsa ou carteira. Repita assim: “Exu eni tí o se asise naa yipada si otun ati ki o pa awon ti ko to! Eni tí ní Exu, ní gbogbo” (“Exu, aquele que faz o erro virar acerto e o acerto virar erro! Quem tem Exu, tem tudo)”

LEIA TAMBÉM

01743