Últimas

O que é o movimento retrógrado de um planeta e como ele te influencia?

Por Redação João Bidu 04/11/2019 ÀS 12H00

Desde o princípio, os planetas não apresentam movimento aparente regular. Algumas vezes, eles se movem na mesma direção que o Sol e a Lua, chamado de movimento direto. No entanto, você sabe o que é o movimento retrógrado de um planeta? Entenda melhor o que é este fenômeno e, dependendo do astro que está retrógrado, como ele te influencia.

Saiba o que é o movimento retrógrado de um planeta

Um planeta fica retrógrado quando seu movimento em órbita sofre uma desaceleração. Como os outros astros continuam no ritmo de sempre, tem-se a sensação de que o planeta mais lento está “andando para trás”. Isso desequilibra a energia global que mantém e alimenta a harmonia celeste e a retrogradação de um astro provoca tensões.

O período de recuo pode trazer atrasos, imprevistos, impor revisões em planos, decisões e, muitas vezes, conduz a uma avaliação mais profunda sobre as escolhas que fazemos na vida. Portanto, os ciclos retrógrados exigem mais cautela, prudência e atenção.

Sol e Lua nunca retrogradam porque são luminares e não planetas. Mas os astros, a partir de Mercúrio, fazem esse movimento aparente periodicamente e cada um tem uma trajetória específica, levando mais ou menos tempo para concluir sua fase retrógrada. A influência desse percurso considerado desafiador também depende da energia do planeta, do signo e da Casa Astral em que ele se encontra.

Confira os períodos médios de movimento retrógrado de um planeta e os efeitos que podem ser deflagrados por cada planeta

Mercúrio

Ele é o mais veloz e fica retrógrado três vezes ao ano por cerca de três semanas. Esse astro tem relação com comércio, comunicações, transportes,  telefonia, ensino, intercâmbio de informações e dados. Pode incitar mal-entendidos, fofocas, desencontros, oscilações na saúde e atritos nos contatos e relacionamentos.

Vênus

Pela ordem, o planeta do amor, do dinheiro e da beleza é o segundo mais rápido e retrograda a cada um ano e meio, permanecendo nessa condição por cerca de 40 dias. Durante a caminhada contrária, Vênus pode instigar excesso de vaidade, sedução, atitudes omissas, desatentas, negligentes e tumultuar particularmente os assuntos sentimentais, estéticos e financeiros. A próxima retrogradação de Vênus vai ocorrer em 2020, entre 14 de maio e 25 de junho.

Marte

A energia retrógrada de Marte pode durar até três meses, influenciando o lado impulsivo, esquentado e impetuoso. O astro tende a deflagrar conflitos na paixão, no sexo, atitudes precipitadas, pequenos acidentes, demonstrações de raiva, agressividade, reações vingativas, intempestivas e rancorosas. A pressa e a ansiedade podem ser ainda mais prejudiciais nesta fase. O próximo movimento contrário de Marte vai acontecer entre 10 de setembro e 13 de novembro de 2020.

Júpiter

O planeta da sorte, do otimismo e da fartura é um dos mais benéficos do Zodíaco, mas quando circula em movimento inverso pode trazer dores de cabeça com assuntos judiciais, religiosos, culturais, estudos, intercâmbios, além de sinalizar contratempos e desafios em novas atividades e mudanças. Ele impele à falta de limites, ao fanatismo e provoca extravagâncias, podendo atrapalhar especialmente viagens, esportes e aventuras. Júpiter em movimento inverso também incita à gula e ao exagero nos comes e bebes, O período retrógrado do astro é de até quatro meses e o próximo vai rolar entre 15 de maio e 12 de setembro de 2020.

Saturno

A cada ano, o astro das responsabilidades e da disciplina fica retrógrado por volta de quatro meses e meio. Ao realizar esse movimento, Saturno indica aborrecimentos, impõe um ritmo mais lento aos interesses, traz restrições, atrasos e limitações, especialmente no aspecto profissional. Expectativas podem ser frustradas e ninguém deve ficar à espera de milagres na época de Saturno retrógrado. É preciso agir com perseverança, juízo e foco nos compromissos ou perdas podem ocorrer. Desafios marcam presença nessa fase e Saturno retrógrado faz acordar para a realidade da vida. O próximo movimento contrário desse planeta vai acontecer entre 11 de maio e 29 de setembro de 2020.

Urano, Netuno e Plutão

Os três últimos astros são os mais lentos e permanecem um tempo maior em movimento retrógrado, entre cinco e seis meses. Considerados planetas geracionais, eles afetam mais a coletividade do que a vida pessoal, mas como também trocam energias e formam aspectos com outros astros, mandam recados e advertências para todos os signos. Urano em curso inverso induz à rebeldia e ao radicalismo, Netuno retrógrado faz aflorar ilusões, balança a fé e incita a cometer enganos, enquanto Plutão mexe com o lado emocional, psíquico e provoca transformações, nem sempre fáceis de lidar.

Atualmente, Netuno está retrógrado em Peixes e retomará o curso normal no dia 28 de novembro. Já Urano, que começou a retrogradar no signo de Touro em 12 de agosto, atravessará o restante do ano nessa condição e só voltará ao movimento direto no dia 11 de janeiro de 2020. Plutão, por sua vez, fará retrogradação no próximo ano, entre 26 de abril e 4 de outubro.

Dicas para passar por esta fase

Pelo fato de algo estar "voltando", temos a sensação de que a energia retrógrada seja problemática, mas não é para tanto. Uma dica muito boa, para quando estivermos passando por este período, é de aceitar que alguns assuntos podem ficar mais delicados e que podem não dar muito certo. Ou seja, evite criar muitas expectativas e entenda que nada na vida é realmente certo.

Fique sempre de olho no nosso site, pois vamos publicar matérias sobre o movimento retrógrado de um planeta na medida em que ele for acontecendo, valeu?

Texto: Vitoria Fernandes

LEIA TAMBÉM

noEmbed

01560