Últimas

Como utilizar o tarô como ferramenta de autoconhecimento?

Por Renata Prado 17/01/2020 ÀS 11H04
Use o tarô como ferramenta de tomada de consciência Use o tarô como ferramenta de tomada de consciência - Vetre/Shutterstock

Olá meus amigos, eu, Renata Prado, taróloga e terapeuta, tenho uma coluna semanal aqui no portal João Bidu e trouxe hoje um assunto que me chamou atenção nessa passagem de ano: a energia dos ciclos e encerramentos. 2019 foi um ano pesado e difícil para muitos, mas para falar disso preciso explicar o que é o tarô e como ele pode servir como ferramenta na busca de autoconhecimento.

Mas, afinal, o que é o tarô?

Tarô é um sistema de leitura de cartas composto por 78 lâminas, divididas entre 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos menores. Seu surgimento é um mistério e repleto de várias teorias sobre onde se originou, há relatos que se tem seis séculos de existência, mas o certo é que não temos certeza de nada.

Esse sistema, por muito tempo, foi utilizado de forma lúdica e/ou oracular. No entanto, é possível por meio desse instrumento, ser ter uma orientação pessoal e de autoconhecimento.

Esses arcanos vão muito além de ser apenas um deck de cartas. O tarô fala do nosso inconsciente, de aspectos que estão internalizados, das nossas sombras; é uma viagem às nossas próprias profundezas e, quando tomamos consciência do que está obscuro, podemos emergir mais fortes, com mais sabedoria para orientar nossa vida e deixá-la mais feliz e doce.

Como utilizar o tarô como ferramenta de autoconhecimento?

O tarô é uma ferramenta eficaz para o direcionamento de suas ações. Ele ajuda a entender qual o melhor caminho a seguir, como evitar situações e até aprender a lidar com as outras pessoas. Também nos permite a compreender onde nos sabotando e a forma como lidamos com as nossas crenças.

Os arcanos são, nada mais, que um portal para seu inconsciente. Eles fazem uma associação de fatores mentais e de energias para te direcionar a agir melhor, tanto nos momentos e fases, como nos comportamentos. Eles trarão a consciência de como você está se tratando ou trilhando sua jornada. O tarô nos conta uma história simbólica sobre nós, acessa um nível de profundidade na nossa psique que, às vezes, sozinhos, não conseguiríamos alcançar.

Portanto, se o futuro é resultado do seu hoje, com essa ferramenta, você é capaz de trazer mais informações sobre quem é você, e de como lidar com as questões, para que então você colha o melhor no percurso. 

Atuando diretamente na mente humana e no potencial de cada um, essa ferramenta respeita o livre arbítrio. Uma consulta com um bom tarólogo pode te trazer aspectos primordiais sobre sua história e como lidar com as transformações, te trazendo ferramentas e orientações para que você encontre equilíbrio na vida.

O próprio Carl Gustav Jung, pai da psicologia analítica, ao estudar esse oráculo, descreveu o tarô como arquétipo do inconsciente coletivo.

Eu gosto da expressão que diz que essas cartas são páginas de vida soltas.

E o que o tarô tem a ver como os últimos eventos energéticos de final de ano?

Arcano Xll do tarô, o Enforcado e a Imperatriz regeram 2019 com muita força e intensidade. O ano não foi fácil e a necessidade de atuar dentro da espiritualidade foi um aspecto muito importante.

Até os últimos dias do ano houve muitas perdas de jovens, entre adolescente e crianças, e dores para muitas mães. Nosso planeta passa por uma série de questões sociais e políticas, um grito da natureza se faz.

Nossa sociedade tem sido afetada por tragédias de grande impacto. Em 2020, nesse aspecto, temos o ano do Imperador, trazendo força e equilíbrio. Ele também vai falar da inflexibilidade, das obsessões e o índice de feminicídios que podem aumentar. Se não tivermos cuidado,, o ano não será tão diferente do anterior. Portanto, este precisa ser o ano do despertar.

Tomada de consciência

É um momento adequado para a tomada de consciência, pois temos dois arcanos regentes do nosso ano, o Imperador, princípio masculino, que vem pedindo solidez, o pisar em terra firme, ação e racionalização de forma prática. E a Papisa, o princípio feminino, que traz a importância do aspecto da interiorização, acessar o inconsciente e perceber essa essência divina e feminina que temos em nós; essa energia receptiva, fortalecida pela persistência, pelo amor, sendo ela mãe, vida, mas também morte.

Quanto a essas cartas, cito aqui o livro Caibalion para que lembremos que ambos os princípios afloram em todos nós: “O gênero está em tudo, tudo tem seu princípio masculino e seu princípio feminino, o gênero se manifesta em todos os planos”.

É chegada a hora de tomar consciência. Conversando com uma amiga, ela me disse a seguinte frase, que reverberou em mim tão fortemente: “O que acontecer à mãe terra, acontecerá aos filhos dela”.

A mãe terra é a fonte de energia que tudo provém. É a partir dela que geramos vida e nos nutrimos; mas e o que se tem feito a favor dela? Na realidade, os efeitos são contrários e a energia que estamos produzindo é negativa, com a poluição de mares, destruição do meio ambiente e a falta de respeito por essa fonte de que tanto necessitamos.

Terra é vida, e o que acontece com ela tende a acontecer conosco. Quando uma mulher morre, vai com ela o poder da criação e a fonte de energia poderosa que ela emana. A mãe terra é uma energia feminina e que também perde vida.

Em 2019, o arcano da Imperatriz pediu uma tomada de consciência para o desenvolvimento, o criar, o ser abundante e o fertilizar. No entanto, não levamos isso a sério, portanto esse ano o Imperador trará a importância de se pôr em equilíbrio, ter controle e solidez.

Dessa forma, vamos trabalhar com o amor ao próximo, à natureza, na busca por equilíbrio emocional e espiritual para que haja harmonia em todos os campos da vida.

Mesmo que exista uma grande fonte de energia nos conduzindo a autodestruição, é necessário que sejamos amorosos. Precisamos, também, tomar consciência do quanto somos capazes de mudar essa realidade, transformar nossa história perante a humanidade.

É chegada a hora do despertar! Então se torne consciente, existem várias ferramentas que você pode usar a seu favor, e uma delas é o tarô. Ele é o caminho de vida para entender sobre os aspectos que você está vivenciando e como transformar sua vida para a melhor versão de si.

“O conhecimento é como um jardim: se não for cultivado, não pode ser colhido!” - Provérbio africano.

Texto: Renata Prado | Terapeuta e Taróloga

Instagram: @renataprado.terapeuta

LEIA TAMBÉM 

01712