Últimas

23 terapias alternativas para melhorar sua saúde mental

Por Redação João Bidu 18/02/2020 ÀS 12H47
Descubra 23 terapias que ajudam a combater distúrbios mentais como depressão e ansiedade Descubra 23 terapias que ajudam a combater distúrbios mentais como depressão e ansiedade - Shutterstock/Pixel-Shot

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão atinge cerca de 400 milhões de pessoas no mundo, sendo considerada a doença que mais incapacita o indivíduo para a vida social. A ansiedade, por sua vez, ocupa a sétima colocação, estando atrás apenas de doenças como dores nas costas, anemia, problemas pulmonares e transtornos causados pelo álcool. A boa notícia é que, com a orientação correta, é possível combater esses e outros distúrbios de fundo emocional e garantir uma vida com mais qualidade. Para isso, além dos tratamentos dados pelo médico, apostar em algumas terapias alternativas pode ajudar a contornar os problemas. Confira os principais métodos para tratar depressão, ansiedade e outros distúrbios e consulte um profissional especializado.

Confira 23 terapias alternativas para melhorar sua saúde mental

1) ACUPUNTURA

Criada há 5 mil anos, a técnica chinesa consiste na estimulação de pontos estratégicos no corpo por meio da inserção de pequenas agulhas. Os benefícios do procedimento são muitos. “Há fortes evidências de que a acupuntura permite uma diminuição da ansiedade e propicia calma e tranquilidade, que tornam mais possível o caminho do autoconhecimento”, afirma o psiquiatra Sérgio Lima.

2) AROMATERAPIA

A técnica busca a cura de doenças com o auxílio de vegetais extraídos de folhas, flores, cascas, sementes e frutos de plantas e árvores. As essências utilizadas no método são conhecidas como óleos essenciais. “Quando as moléculas do óleo essencial penetram na cavidade interna do nariz, encaixam-se em pequenos cílios e transmitem informações para uma região do cérebro conhecida como hipotálamo. Essa área é responsável pela memória, pelos sentimentos, pelas respostas emocionais e pela liberação de hormônios. Além disso, as diferentes partículas, em contato com sistema límbico, acabam ocasionando a liberação de diferentes ações e sensações como euforia, relaxamento e sedação”, salienta a química e terapeuta holística Flávia Thaís Oliveira de Souza.

3) AURICULOTERAPIA

A técnica acredita que a orelha tem ligação com todo o corpo e, dessa forma, são inseridas agulhas em pontos específicos da região, a fim de curar o problema relatado. “A auriculoterapia é um microssistema de acupuntura localizado na região da orelha, que possui as mesmas funções da acupuntura tradicional, que é estimular o reequilíbrio da energia vital saudável do corpo para harmonizar qualquer patologia emocional ou física. Esse microssistema corresponde a uma reflexologia do corpo, onde existem regiões que podem ser estimuladas para equilibrar órgãos, vísceras e sistema nervoso. Ainda existem pontos que podem ser ativados para controlar quadros de ansiedade e outros desequilíbrios emocionais”, esclarece a terapeuta Cristiane Mariano.

4) ASTROTERAPIA

O método combina fundamentos da astrologia, da psicologia e da medicina. O astroterapeuta busca solucionar problemas psicológicos e físicos com a ajuda de mapas astrais. Após uma análise completa desses mapas, o especialista relaciona as informações com os sintomas apresentados para encontrar a melhor forma de tratamento para o problema relatado.

5) BIOENERGÉTICA

O método parte do pressuposto de que a mente e o corpo estão interligados, dessa maneira, problemas emocionais, sentimentos e angústias exercem total influência sobre a forma de caminhar, de respirar e de falar, por exemplo. Assim, através da bioenergética, o paciente passa a ter mais consciência do seu corpo e das suas emoções mais profundas.

6) CRISTALOTERAPIA

Basicamente, a técnica emprega o uso terapêutico de cristais, pedras comuns e semipreciosas nos centros de energia do corpo, mais conhecidos como os chakras. De acordo com a terapia, essa energia é capaz de revitalizar os sete chakras principais, fortalecendo corpo, mente e espírito.

7) CROMOTERAPIA

A técnica prega que a presença de cores é essencial para a harmonia física e espiritual. Por isso, cada tom exerce vibrações diferentes. Na terapia, emprega-se o uso de cristais em combinação com as cores para promover o alinhamento do chakras e da harmonia do indivíduo. De acordo com os princípios da cromoterapia, os tons quentes são o vermelho, o amarelo e o laranja; os frios são o azul, o índigo e o lilás; e o verde é considerado uma cor neutra. Assim, pacientes depressivos devem procurar tons avermelhados, enquanto as pessoas ansiosas devem se concentrar na cor azul.

8) CURA PRÂNICA

Os seguidores dessa terapia acreditam que os seres vivos possuem dois corpos: o físico, que pode ser visto por todos; e o energético, uma aura na qual circula a energia vital. O método acredita que as doenças atingem primeiramente a energia vital e, para equilibrá-la novamente, o terapeuta usa as mãos (sem a necessidade de efetuar o toque) para retirar a energia doente e transferir o sopro vital para o paciente.

9) FITOTERAPIA

Trata-se do uso de plantas para fins terapêuticos. “É considerada fitoterápica toda preparação farmacêutica com chás, tinturas, xaropes, pomadas e cápsulas que utiliza como matéria-prima algumas partes de plantas como folhas, caules, raízes, flores e sementes”, afirma a farmacêutica e homeopata Adriana Márcia Gonçalves. Durante o tratamento, são empregadas diversas ervas com os mais variados sabores (amargo, azedo, doce) e temperaturas (quente, frio, morno) e cada doença é tratada de acordo com as características de cada planta e a necessidade do paciente.

10) FLORAIS

Basicamente, é o emprego de essências florais, que auxiliam o indivíduo no equilíbrio de suas emoções e solução de conflitos internos. “A técnica tem eficácia em lidar com uma variedade imensa de problemas psíquicos e físicos, que têm sua origem no simples desajuste dos fluxos de energia vital. É um sistema cada vez mais aceito e respeitado como um potente complemento aos tratamentos de medicina tradicional. Seu efeito é profundo, pois suas fórmulas têm a capacidade de De acordo com pesquisas, conviver com um animal de estimação, como gato, cachorro ou até mesmo outros domésticos, como cavalos, beneficiam a saúde física e psicológica de seus proprietários mudar os padrões patológicos gerados nas células no campo emocional e físico, reestruturando-os em padrões saudáveis, o que reflete na harmonização psíquica e física”, salienta Cristiane.

11) SEITAI

A técnica surgiu no Japão há mais de 300 anos com o intuito de ajudar os samurais que retornavam das batalhas com membros deslocados. O seitai, que utiliza de movimentos com as mãos, ficou restrito aos praticantes de artes marciais até a Segunda Guerra Mundial, quando, a pedido do governo japônes, foi utilizado para tratar os feridos. Usando 30 movimentos básicos, realizados nas articulações e nas regiões lombar e cervical da coluna, o terapeuta não só alivia dores e outros distúrbios, como também busca sua causa, ou seja, os motivos de o corpo apresentar determinados sintomas. Essa técnica é benéfica para combater ansiedade, estresse, além de dores de cabeça e nas costas.

12) HOLÍSTICA

A terapia engloba todas as técnicas terapêuticas com o objetivo de tratar o paciente de maneira integral. Para isso, o terapeuta holístico analisa aspectos físicos, psíquicos e até ambientais de cada indivíduo e aplica um conjunto de métodos, como massagens, cromoterapia, aconselhamento, entre outros.

13) HOLOTERAPIA

Os holoterapeutas acreditam que todas as doenças existentes hoje são decorrentes de vidas passadas. Por isso, com a utilização de diversas técnicas, o terapeuta faz o paciente refletir sobre si mesmo como ser integral, consciente da sua condição física e espiritual, das características para sua doença de formas de saná-la. Ao promover o autoconhecimento, essa terapia faz com que a pessoa contribua com a melhora do seu quadro clínico.

14) HOMEOPATIA

Nessa terapia são utilizadas substâncias que possuem energia suficiente para restabelecer o organismo doente. “A homeopatia possui uma forma peculiar de trabalhar os problemas emocionais, que é como a pessoa se sente em dado momento, perante determinada interpretação da realidade. Se essa forma de sentir torna-se mais permanente devido à exposição frequente a uma situação social ou de autoenfrentamento da personalidade, sobrevém o estresse contínuo e os adoecimentos”, frisa a terapeuta homeopata Eliete M. M. Fagundes.

15) JIN SHIN JYUTSU

É a arte da harmonização do organismo, da mente e do espírito, realizada por meio de toques sutis das mãos em 26 áreas diferentes do corpo, mais especificamente nos pontos onde se concentra a energia vital. Dessa forma, o paciente pode dominar a sabedoria do corpo e da vida e buscar sua própria harmonização. É indicada para combater tensões, estresse e outras doenças de caráter físico, emocional e psíquico

16) KUM NYE

Originário das teorias milenares das medicinais indiana, tibetana e chinesa, o Kum Nye é um sistema de relaxamento que combina movimentos suaves, exercícios respiratórios e automassagem para promover o equilíbrio entre corpo, mente e espírito. Sua prática ajuda a aliviar tensões, diminui o estresse e combate diversos tipos de dores.

17) MEDICINA ANTROPOSÓFICA

O tratamento é considerado uma extensão da medicina convencional, sendo que já na primeira consulta, o médico avalia não só o quadro clínico do paciente, mas também suas emoções, história de vida e condições psicológicas. Com o diagnóstico em mãos, o especialista prescreve medicamentos que utilizam elementos da natureza como matéria-prima, além de remédios alopáticos. Também são feitas alterações na dieta e no estilo de vida.

18) OLIGOTERAPIA

Os seguidores do método acreditam que as doenças são causadas por algum desequilíbrio dos nutrientes vitais do organismo, como vitaminas e minerais. Para corrigir essa deficiência, o terapeuta receita pequenas quantidades de minerais de acordo com a condição do paciente. A oligoterapia nutre as células, restabelece a energia vital do organismo e reforça o sistema imunológico. É indicada para combater estresse, cansaço, depressão, insônia, entre outros males.

19) PSICOTERAPIA

Trata-se de um atendimento feito pelo psicólogo com o objetivo de tratar questões pessoais, como problemas emocionais, dificuldades em um relacionamento ou para tratamento de transtornos psicológicos. “As causas mais comuns dos desequilíbrios emocionais que provocam depressão, ansiedade, oscilações de humor e distúrbios de comportamento aparecem em momentos específicos na existência do indivíduo (ou até mesmo em existências passadas), em que através de traumas, frustrações, inseguranças familiares e atitudes comportamentais equivocadas geram memórias emocionais. Consequentemente, crenças limitadoras, medos e bloqueios, que ficam armazenadas no inconsciente, manifestando-se no comportamento e nas emoções”, salienta Cristiane.

20) RADIESTESIA E RADIÔNICA

Essa ciência prega que tudo que existe no universo, incluindo o ser humano, emite um tipo de energia. Com o auxílio de um mapa do corpo, o radiestesista mede e identifica com precisão as áreas com desequilíbrio energético e, com essas informações, sugere o tratamento mais adequado. A técnica é indicada para tratar estresse, depressão, ansiedade, problemas psicológicos, fobias, entre outros.

21) REIKI

A palavra significa “energia vital universal” (rei= universal e ki= energia primordial). Trata-se de uma técnica oriental de canalização e aplicação da energia com a ajuda das mãos, a fim de promover o bem-estar completo do corpo. O método é indicado para ajudar a relaxar corpo e mente, aliviar dores e tratar doenças físicas e psicológicas. No entanto, para que as mãos tenham esse poder, é preciso realizar um ritual, composto de três níveis: Nível 1: a pessoa aprende a técnica para ativar a energia vital em benefício próprio e de outros indivíduos. Nível 2: envolve aplicações mais avançadas, como cura mental e à distância. Nível 3: nessa etapa, a pessoa aprende a dominar a energia especial, podendo canalizá-la até mesmo para multidões. 

22) RELAXAMENTO INDUZIDO

Nessa terapia, o paciente deve se desligar de tudo que o deixa estressado. “Bem direcionado a qualquer tipo de pessoa, o relaxamento induzido pode aquietar a mente e, assim, preenchê-la com sentimentos mais adequados, ordenando ao cérebro uma reprogramação que é essencial e benéfica para todo o seu corpo”, destaca o coach e psicanalista Paulo Paiva.

23) THETAHEALING

É uma técnica de cura energética que ensina a identificar e mudar crenças e padrões bloqueadores, criando uma nova realidade para a vida.“Trata-se de um processo de meditação que promove cura física, psicológica e espiritual”, explica Cristiane. Esse procedimento ocorre enquanto o cérebro se encontra no estado de frequência theta. Uma vez que as crenças são eliminadas, vários benefícios podem ser notados, como controle do estresse e da ansiedade, superação de medos e fobias, aumento da confiança e da autoestima.

LEIA TAMBÉM

01772