Fale conosco

Misticismo

Você sabe a diferença entre oráculo e tarot?

O tarot é apenas um dos tipos de oráculo existentes - Natalie magic/Shutterstock

É comum acreditar que oráculo e tarot são uma mesma coisa - mas não são! Certo que todo tarot é um oráculo, mas ele é apenas um dos tipos de oráculo existentes. Então, para tirar essa dúvida, vamos conhecer mais sobre cada um deles e entender as diferenças entre oráculo e tarot.

História do oráculo

Oráculo vem do latim “Oraculum”, refere-se à resposta dada por uma divindade por meio da arte divinatória. Pode também ser comparada à vontade da palavra de Deus, "profecia" ou até mesmo "revelação".

Termo muito utilizado na Grécia Antiga, o Oráculo de Delfos ou Oráculo de Apolo é um dos mais antigos e mais importantes templos da história, construído no século VII a.C.. E era lá onde milhares de pessoas buscavam por respostas sobre o seus futuros.

Situado na Cidade de Delfos, ele abrigava sacerdotes e sacerdotisas que, não somente orientavam sobre questões pessoais da vida de cada um, mas também sobre a política e economia - muitos imperadores utilizavam as revelações do Oráculo de Delfos para conduzir suas jornadas e relações sociopolíticas. 

De acordo com os relatos da mitológica, um dos mitos conta que Deus Apolo, em um duelo com um dragão fêmea, a matou em uma caverna embaixo de Delfos.

O que complementa esse mito, é que um pastor notou que os animais estavam morrendo quando passavam por uma montanha. Notou que saiam gases do local e resolveu entender o que era. Imediatamente, ao entrar em contato com o gás, entrou em convulsão e começou a falar coisas desconexas, que mais tarde foram entendidas como as palavras dos deuses.

Sob essa montanha estava o dragão fêmea e sua decomposição emitia gases alucinógenos, que fazia com que pessoas entrassem em transe e pudessem prever o futuro. Então, um grande templo foi erguido ali - o Oráculo de Delfos destinado ao Deus Apolo, tendo como sua principal representação a feminina; a sacerdotisa Pitonisa, escolhida entre os camponeses. Ela descia até uma parte subterrânea do templo e, ao inalar os vapores, retornava, se reunindo aos sacerdotes, que eram responsáveis pela decodificação das mensagens recebidas.

Tipos de oráculo

Existem vários tipos de oráculos e os mais populares são: Tarot, Baralho Cigano, Quiromancia (Leitura das mãos), Búzios, I Ching (Moedas), consulta com Entidades, Cafeomancia, Runas, Opele Ifá, entre outros métodos.

Mas então o Tarot é um oráculo? Sim! Toda ferramenta de comunicação astral é um oráculo, sendo o tarot um deles, composto por 78 cartas com imagens e símbolos, divididos em 22 arcanos maiores e 56 arcanos menores.

Em sua estrutura ele direciona os caminhos, ou seja, fala das tendências e possibilidades - afinal, todos os oráculos são conexões com o inconsciente, portanto, respeita o livre arbítrio do consulente, que decide se deve ou não seguir os seus conselhos de acordo com os seus ideais. Lógico que, uma vez que procuramos orientação oracular, devemos procurar seguir os conselhos para lidar com determinadas questões.

De forma muito peculiar, as imagens apresentadas nas cartas nos permite refletir aspectos sobre nós que não percebemos claramente, trazendo luz às sombras de questões que antes não víamos de forma tão clara.

O tarot é um dos oráculos existentes, uma ferramenta que atua diretamente no inconsciente coletivo, falando de situações e perspectivas do "eu" de cada indivíduo.

Existem diversos tipos de oráculos e tarot - escolha a melhor forma para direcionar a sua jornada, para ser feliz e ter doçura e leveza na vida.

Texto: Renata Prado - Taróloga e terapeuta holística

Instagram: @renataprado.terapeuta

 

LEIA TAMBÉM:

Por