Fale conosco

O que vc está procurando?

Astrologia

Saiba quais são as diferenças entre a Astrologia védica e a ocidental

Astrologia védica
Venha se encantar com a Astrologia védica (Foto: Shutterstock)

Se você gosta de Astrologia, sem dúvida já deu uma olhada em seu Mapa Astral, baixou vários aplicativos e talvez até já tenha procurado saber sobre sua compatibilidade astrológica com o crush. Mas, você sabia que a astrologia que conhecemos bem não é a única que existe? Conheça agora a Astrologia védica!

COMO SERÁ O SEU DIA HOJE? DESCUBRA TUDO NO HORÓSCOPO DIÁRIO! LÁ TEM TODAS AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO

A história da Astrologia Védica

A palavra sânscrita para “astrologia védica”, ou “astrologia hindu”, é jyotiṣa, traduzindo-se como “corpo de luz” ou “corpo celestial”, e esta modalidade parece ter aparecido pela primeira vez no Rigveda, um antigo texto indiano (embora alguns afirmam que ela existe desde 10.000 a.C.).

A astrologia védica contém, em si, as ricas tradições espirituais e os mitos da cultura indiana antiga. Ainda hoje, em grande parte da Índia, ela é uma ciência aceita e, para muitos, faz parte de seu estilo de vida.

Em seus primeiros dias, ela foi usada para determinar datas importantes para sacrifícios e rituais. Com o tempo, tornou-se cada vez mais personalizada: as pessoas começaram a estudar os movimentos planetários como um meio para entender seu próprio destino. Está relacionada a outras práticas indianas antigas, incluindo a ioga e a Ayurveda, e, semelhante ao estudo ocidental, oferece um guia para uma melhor compreensão de nossas experiências físicas, emocionais, espirituais e até monetárias.

Os 12 signos védicos

Assim como na astrologia ocidental, existem 12 signos no zodíaco védico. E, curiosamente, as características dos signos também são praticamente as mesmas. A diferença está nas datas.

Então, se você é fiel à identidade indicada pelo seu signo solar, prepare-se para grandes revelações. As datas dos signos védicos são as seguintes:

  • Áries: Mesha (13 de abril a 14 de maio)
  • Touro: Vrishaba (15 de maio a 14 de junho)
  • Gêmeos: Mithuna (15 de junho a 14 de julho)
  • Câncer: Karkata (15 de julho a 14 de agosto)
  • Leão: Simha (15 de agosto a 15 de setembro)
  • Virgem: Kanya (16 de setembro a 15 de outubro)
  • Libra: Tula (16 de outubro a 14 de novembro)
  • Escorpião: Vrishchika (15 de novembro a 14 de dezembro)
  • Sagitário: Dhanus (15 de dezembro a 13 de janeiro)
  • Capricórnio: Makara (14 de janeiro a 11 de fevereiro)
  • Aquário: Kumbha (12 de fevereiro a 12 de março)
  • Peixes: Meena (13 de março a 12 de abril)

As diferenças entre a Astrologia védica e a ocidental

Calendário diferente

A astrologia ocidental baseia os mapas no calendário gregoriano – que a maior parte do mundo usa – e nas 4 estações, enquanto os mapas astrológicos védicos são calculados usando algo chamado sistema sideral, que analisa as constelações em mudança – a astrologia ocidental não funciona da mesma forma, mas sim com as posições fixas dos planetas.

Karma e dharma

Outra distinção interessante é que a astrologia ocidental moderna tornou-se mais “psicológica”, enquanto que a astrologia védica é baseada no carma individual de cada um.

A astrologia védica também tende a fornecer insights sobre o dharma pessoal – caminho de vida – e revelar nossos dons e desafios inatos. Isso pode nos ajudar a entender melhor nossos relacionamentos com nossa família, nossos amigos e nossos parceiros amorosos. Ter essa compreensão realmente ajuda a aliviar o estresse e a melhor equilibrar nossos altos e baixos emocionais.

Abordagem diferentes para retrogradações, signos solares e ascendentes

As duas modalidades astrológicas também têm uma visão diferente sobre o que um planeta retrógrado realmente significa e o que alguns dos aspectos planetários representam.

Todos os planetas da astrologia ocidental compartilham o mesmo tipo de aspecto, como quadratura, trígono, sextil ou oposição. Porém, a astrologia védica utiliza aspectos especiais – cada planeta tem um aspecto específico ou um conjunto de aspectos, juntamente com diferentes pontos fortes que são aplicados a esse aspecto específico.

A astrologia védica também considera seu signo ascendente mais importante que seu signo solar.

Leia Também

Autoconhecimento

Esta técnica te aproxima dos sonhos. A equipe João Bidu te explica o que é a Lei da Suposição

Astrologia

É hora de fisgar o crush! O astrólogo João Bidu ta dá dicas de mensagens para usar no correio elegante e conquistar os signos

Astrologia

Você sabe quais são os signos que mais se divertem e beijam na boca? Vem descobrir quais tem a fama de ser o mais...

Simpatias

Estamos na metade do mês e dinheiro é sempre bem-vindo. João Bidu te ensina simpatias para se dar bem com as finanças em Junho