Últimas

Dente-de-leão: sopre a esperança para o universo!

Por Larissa Silva 11/09/2020 ÀS 14H44
Descubra todas as qualidades do dente-de-leão Descubra todas as qualidades do dente-de-leão - Crédito: Sharefaith/Pexels

A planta dente-de-leão é um exemplo de força e delicadeza; duas características que, por vezes, não parecem combinar. Com uma aparência graciosa e a facilidade de se desfazer com um sopro, muitas pessoas não imaginam que o dente-de-leão é capaz de crescer em qualquer lugar, até mesmo nos mais improváveis, como nas pequenas rachaduras das calçadas.

Por causa dessa facilidade de se multiplicar, no passado o dente-de-leão, que também é chamado por coroa-de-monge, era considerado uma erva daninha nas plantações. Porém, com o tempo foi comprovado que a planta tem diversos benefícios para a saúde, além de poder ser consumida em estado natural pelas pessoas.

Taraxacum officinale (nome científico da planta) contém propriedades medicinais que combatem problemas digestivos e no fígado, reumatismo, gota, hemorroidas, colesterol alto, anemia além de fazer aumentar o apetite. Isso porque essa plantinha tão graciosa é rica em ferro, cálcio, potássio, magnésio, cobre e Vitaminas A, B e C. 

Acredita-se, também, que o chá de dente-de-leão é capaz de eliminar o vírus Influenza do organismo. Porém, não há nenhuma comprovação científica que a planta pode ajudar no combate do novo coronavírus.

As partes da planta que são utilizadas na produção de remédios naturais são as flores, as folhas e a raiz. A única parte que não é aproveitada são as sementes que parecem um conjunto de plumas brancas. Pois é, sabe o costume de soprar o dente-de-leão? Então, ao fazer isso você está espalhando as sementes, que em breve serão novas plantas. E sabe por qual motivo a planta tem esse nome que nada combina com a delicadeza dela? Esse apelido é por causa da aparências das suas folhas, que lembram os dentes do felino.

Flores, folhas e raiz do dente-de-leão

As flores e as folhas podem ser consumidas, por exemplo, em saladas ou sucos. Já a raiz é usada para preparar o chá, que é feito com uma colher de sopa de raiz de dente-de-leão e 200 ml de água fervente.

O sopro da esperança

Enquanto muitas pessoas acreditam que o dente-de-leão é uma erva daninha, outras olham a planta com esperança no coração. Soprar um dente-de-leão nada mais é que jogar a energia de um desejo ao universo. E tudo que é pedido com sinceridade ao universo, que também pode ser considerado como Deus ou outra divindade, é atendido.

Há muitas lendas que envolvem a planta. Por exemplo, existe a história de que o dente-de-leão é a casa das fadas, pois no passado, quando o homem chegou nesse mundo, todas as criaturas mágicas precisaram se esconder rapidamente. Como as fadas tinham vestidos volumosos, não conseguiram encontrar um local adequado para se esconderem. Então, elas se transformaram nos belos dentes-de-leão. Já outra história diz que a flor amarela tem essa cor intensa por causa da poeira produzida pela carruagem do Sol.

O dente-de-leão, então, é um pequeno elemento repleto de histórias místicas. Contudo, seu maior poder está na sua capacidade de ser levado pelo vento. Ele não pode temer o que irá encontrar pela frente, porque sua vida, além da responsabilidade pela a vida das próximas gerações, depende da sua ação de seguir em frente, sempre a favor do vento.

Que tal aplicar na sua vida o exemplo do dente-de-leão? Experimente não lutar contra o vento, isto é, tentar impedir que as mudanças aconteçam. Há coisas que estão fora do nosso controle, então, o melhor é aceitar e seguir o vento, bem como as sementes de dente-de-leão fazem. É possível que você chegue até um campo maior, com mais água e chances de se desenvolver.

Da próxima vez que ver um dente-de-leão, faça um pedido e sopre com toda a sua força. Seja uma criança e sinta a inocência e a esperança aquecer o seu espírito. Acredite, um dia seu pedido será realizado de um jeito que você não imagina! Essa é a diversão da brincadeira.

LEIA TAMBÉM:

02607