Últimas

Animais místicos e suas simbologias

Por Ana Melo 06/02/2021 ÀS 12H00
Descubra o simbolismo desses 9 animais mágicos Descubra o simbolismo desses 9 animais mágicos - Crédito: Foto de Donald Tong/Pexels.

Existem alguns animais que carregam simbologias que sobreviveram ao longo dos séculos. Esses animais considerados mágicos tiveram várias associações com virtudes e falhas em várias culturas diferentes, porém, com eles têm significados semelhantes, provando que são animais importantes para o meio mágico. Veja quais são os 9 animais mágicos:

+Inscreva-se no Clube João Bidu e receba conteúdo exclusivo! Basta baixar o app do Telegram no seu celular e entrar neste Link!

Animais místicos e suas simbologias:

Abelha

A abelha é um dos animais mais ricos em simbologia, pois tanto o mel que produz quanto seu ferrão fazem parte de sua simbologia. A abelha simboliza a nobreza, a lealdade e cooperação devido a espécies que vivem em colmeias e trabalham em conjunto para produzir o mel, conhecido também como o "ouro líquido". Muitos dos seus significados vêm de várias culturas diferentes e, na maioria, referem-se às abelhas que vivem em conjunto, sendo apenas 25% das espécies, o restante são abelhas conhecidas como solitárias.

A abelha também pode simbolizar fertilidade, comunicação, ordem, alma e justiça, variando conforme a origem da simbologia. Além disso, a abelha é sinal de boa sorte e prosperidade quando está por perto. 

Borboleta

A borboleta é símbolo de transformação devido ao seu processo de metamorfose da fase larval para a fase adulta. A borboleta representa o renascimento e um novo começo, quando deixamos nossas versões antigas e nos permitimos recomeçar. A presença de borboletas também simboliza que mudanças repentinas estão se aproximando, e não há com o que se preocupar. 

Além do mais, a borboleta representa beleza por sua diversidade de cores em suas asas e, também, representa a efemeridade pois seu tempo de vida após atingir a fase adulta é curto, podendo variar de 2 semanas a 3 meses dependendo da espécie. 

Gatos

Os bichanos são animais ainda em processo de domesticação, estão alguns séculos atrás dos cachorros, e por isso ainda são dominados por seus instintos selvagens. Os gatos são ótimas companhias e ainda tem fama de fazer limpeza energética no lar além de serem mais sensíveis ao mundo astral. 

Os gatos são cultuados em várias culturas e carregam consigo a fama de serem transmutadores de energia, guias astrais e promover a autocura. Ademais, dizem que os gatos são seres mais evoluídos e, devido a isso, eles possuem maior sensibilidade para o mundo espiritual. 

Libélula

Também conhecida por representar transformação, a libélula vai além disso simbolizando liberdade, adaptabilidade e mudanças. As libélulas são insetos que passam um bom tempo de sua vida em ambiente aquático como ninfas até atingir a maturidade na fase adulta com o processo de metamorfose incompleta. A transição entre dois ambientes, faz com que a libélula simbolize o poder de adaptação às circunstâncias.

Para algumas culturas, como a japonesa, a libélula é símbolo da alegria, já para os estadunidenses representa a alma de quem já partiu. Se você avistar uma libélula, pode significar que seus guias astrais tem uma mensagem para você. 

Mariposa

Parente próxima das borboletas, as mariposas não tem uma boa fama popular devido a sua constante associação aos maus presságios usados em filmes de terror. Mas, essas criaturinhas podem simbolizar muitas coisas e muitas vezes nem é relacionado a algo ruim, apenas um anúncio que algo irá mudar, assim como acontece com as borboletas. 

As cores de suas asas têm diferentes significados, porém, a mariposa em geral representa libertação, espíritos, mudanças e são consideradas mensageiros que transitam entre o mundo dos vivos e dos mortos. A presença de uma mariposa por perto simboliza que alguma mensagem precisa ser transmitida.

Raposa

A raposa é símbolo de inteligência, astúcia, solução de problemas e, às vezes, pilantragem. São animais que sabem se virar bem sozinhos. Apesar disso, algumas culturas e religiões vêem o animal como símbolo de falsidade e trapaça, como é visto pelo cristianismo, por exemplo.

Na cultura japonesa, esse animal é bastante cultuado e é associado como uma das faces da deusa Inari, representando fertilidade, dinheiro e negócios, tornando-se uma figura bastante comum nos comércios japoneses. 

Bode

O animal demonizado pelos cristãos, o bode era muito associado a líbido e fertilidade para os pagãos. A figura do bode começou a ser associada com satanás a partir do momento que o cristianismo foi se espalhando pelo mundo e, até hoje, ainda é visto como um símbolo demoníaco. 

Entretanto, o bode já foi cultuado por ser associado à figura de deus grego Pã e hoje é símbolo da Maçonaria. O bode representa líbido, introspecção, perfeccionismo e equilíbrio.

Aranha

Outra criaturinha com presença garantida em filmes de terror e causa de uma das fobias mais famosas, as aranhas são bastantes temidas e poucos sabem de suas simbologias. Apesar de terem fama de perigosas, poucas espécies de aranhas são venenosas para os seres humanos. 

A aranha é símbolo de sabedoria, equilíbrio cósmico e representa o destino associando sua teia com os fios das moiras da mitologia grega.

Cobra

A cobra está presente em diversos contos como os contos cristãos, nórdicos, gregos, chineses e várias outras culturas. A cobra, assim como a raposa, carrega simbologias positivas e negativas. Para os cristãos, a cobra é vista como símbolo de falsidade e persuasão.

Porém, a cobra ainda é um animal visto como bastante admiração. Em geral, a cobra simboliza regeneração, superação, sabedoria e ainda é associada com ascensão espiritual. 

LEIA TAMBÉM:

03299