Fale conosco

O que você está procurando?

Autoconhecimento

Já ouviu falar em Runas? Saiba como utilizar esse oráculo para obter respostas

Guia rápido para você entender o que são as Runas e como esse oráculo pode te ajudar a escolher as melhores decisões da vida - Shutterstock

As runas são uma antiga forma de oráculo usada por aqueles que buscam conselhos. Elas têm uma longa história, foram usadas por tribos germânicas e nórdicas e ainda são amplamente utilizadas na sociedade atual. Qualquer um pode receber uma leitura de runas, mas também é legal aprender a usá-las. Aqui está um guia com tudo que você precisa saber antes de começar!

COMO SERÁ O SEU DIA HOJE? DESCUBRA TUDO NO HORÓSCOPO DIÁRIO! LÁ TEM TODAS AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO!

O que são as runas?

A palavra “runa” significa mistério, sussurro ou segredo e é um sistema de leitura de oráculos usado para ajudar a obter informações sobre determinadas situações. As runas podem ser feitas de vários materiais, mas são comumente feitas de pedra e apresentam um símbolo do alfabeto rúnico nelas – existem vários tipos diferentes, sendo um dos mais antigos o alfabeto rúnico germânico conhecido como “Elder Futhark”. Ele contém 24 runas mais a runa de Odin, que não possui nenhum símbolo – as seis primeiras formam a palavra “futhark”. Além de cada símbolo rúnico ser uma letra do alfabeto, eles também têm significados simbólicos.

Alguns exemplos de simbologias rúnicas, no Elder Futhark, são:

  • Fehu, F, simboliza gado doméstico ou riqueza.
  • Uruz, U, simboliza um boi selvagem.
  • Thurisaz, T, simboliza um espinho ou um gigante.
  • Hagalaz, H, simboliza granizo.
  • Ansuz, A, simboliza um deus ancestral.
  • Raidho, R, simboliza carroça ou carruagem.
  • Kenaz, K, simboliza um farol ou uma tocha.

A origem das Runas

Elas derivam de uma antiga forma de alfabeto germânico, que foi usado pelas tribos germânicas e nórdicas do norte da Europa, Escandinávia e Grã-Bretanha para escrita e propósitos mágicos. As inscrições rúnicas foram encontradas em pedras, jóias, armas e objetos que datam do século III d.C., mas é provável que existissem muito antes disso.

Para que elas podem ser usadas?

As runas podem ser usadas para ajudar a guiá-lo em meio a problemas e a mostrar o que pode acontecer. Porém, elas não são uma simples forma de adivinhação e não oferecem respostas exatas – em vez disso, oferecem diferentes variáveis, sugerem como podemos nos comportar diante de determinada situação e revelam quais desafios precisamos enfrentar. As runas são conhecidas por sugerir respostas, mas, para ter mais clareza dos detalhes, é preciso usar a intuição.

Quem as lê sabe que o futuro não é fixo e que os indivíduos têm o poder de seguir seu próprio caminho e tomar suas próprias decisões. Então, se você não gostar da orientação que uma leitura de runas lhe fornece, você terá o poder de mudar seu caminho e seguir por uma rota diferente. As runas podem ser usadas em muitas situações. Por exemplo, uma das ocasiões em que pode ser útil consultá-las é se você estiver em uma situação em que tem informações limitadas sobre algo ou não consegue ter uma visão completa sobre determinado cenário.

Além disso, também é possível realizar algumas magias rúnicas caso seja o desejo manifestar a energia desse oráculo.

Como escolher as próprias runas?

Elas podem ser feitas de diferentes materiais, incluindo madeira, pedra, cristais, ossos ou até mesmo metal ou papel. Quando você ainda está começando e descobrindo, um conjunto simples será suficiente. No entanto, depois de praticar por um tempo e desenvolver uma paixão por elas, é muito bom poder escolher um conjunto especial com o qual você se identifique. Se você gosta de um determinado cristal, como o quartzo rosa ou a ametista, talvez seja legal investir em um conjunto feito de um desses cristais. Inclusive, você mesmo pode fazê-las e personalizá-las de acordo com as suas preferências! De qualquer forma, o material de que as runas são feitas é uma escolha muito pessoal e é o que você faz com elas que realmente importa.

É difícil interpretar?

Como qualquer forma de leitura de oráculos, pode levar um tempo para dominar a arte de ler runas. Existem livros e guias disponíveis para ajudá-lo a entender os significados rúnicos e, com a prática, fica mais fácil. Porém, será ainda mais fácil se você estiver aberto e disposto a usar sua intuição para interpretar o que as pedras lhe revelam. Não se preocupe se você não tiver certeza dos significados no início, pois isso é perfeitamente normal, apenas tente interpretá-las e anote o que achar necessário.

Por onde começar?

Encontre um lugar calmo e silencioso para fazer sua leitura e comece esvaziando sua mente e se concentrando na leitura que está prestes a fazer. Pense sobre o assunto ou a questão que você tem em mente e, se desejar, pode fazer uma oração ou chamar algum Deus com o qual você se identifica para guiá-lo em sua leitura. Seu pano de runas deve ser estendido na mesa à sua frente, pronto para as runas serem colocadas sobre ele. Existem vários tipos diferentes de tiragens que você pode fazer – que são semelhantes às de tarot, por exemplo – , mas, se for a sua primeira vez usando as runas, você pode começar tirando apenas uma e analisando seu significado. Esse também é um método bastante útil para usar se você estiver se sentindo inseguro para realizar uma tiragem. Quando você se sentir pronto para progredir, experimente algumas destas tiragens:

Tiragem com 3 runas

Essa tiragem é simples e ideal para iniciantes. Nela, você deve selecionar aleatoriamente três runas de seu saquinho de runas e colocá-las na mesa à sua frente. A primeira runa deve estar à direita, a segunda no meio e a terceira no lado esquerdo (assim, elas devem estar na ordem “3, 2, 1”).

A runa 1 representa a visão geral da situação.

A runa 2, no meio, representa um desafio.

A runa 3 representa uma possível atitude que deve ser tomada.

Tiragem com 5 runas

Nesta, o objetivo é selecionar cinco runas, uma de cada vez, e colocá-las em cima do tecido em locais específicos. A primeira runa deve ficar no meio, com as outras subsequentes formando uma cruz ao redor dela. A segunda runa deve ir à esquerda do centro, a terceira, no topo, a quarta, na parte inferior e a quinta, à direita. Você pode colocá-las voltadas para baixo e virá-las enquanto as lê ou então voltadas para cima imediatamente.

A ideia dessa tiragem é que as três runas na posição horizontal (runas 2, 1 e 5) representem seu passado, presente e futuro, respectivamente. A runa abaixo da central (4) deve mostrar a questão que precisa ser aceita e trabalhada, enquanto a runa à direita do centro (3), um conselho em relação ao seu problema ou sua questão.

Tiragem com 9 runas

Na mitologia nórdica, nove é um número mágico, então, por que não realizar uma tiragem com 9 runas? Essa é uma tiragem mais focada na área espiritual e é importante usar a intuição ao realizá-la. Ela consiste em pensar nos seus anseios espirituais, tirar aleatoriamente nove runas de seu saquinho, segurá-las e, em seguida, jogá-las sobre seu pano de runas.

Geralmente, considera-se que as runas mais próximas do centro se relacionam mais com a situação atual, enquanto as que ficam nas bordas são menos importantes. Se elas estiverem juntas ou se tocarem, isso indica que seus significados se complementam, enquanto as runas que estiverem em lados opostos do tecido, representam influências opostas.

Sua atenção deve primeiro ir para as runas que caírem viradas para cima – pode ser útil anotá-las, para que você possa consultá-las e estudá-las em detalhes mais tarde. Em seguida, vire as que caíram de cabeça para baixo e interprete-as, mantendo-as na mesma posição. Acredita-se que essas últimas runas representam influências externas ou futuras. Quando você estiver interpretando as runas e o que elas podem significar, faça bom uso de sua intuição. Essa é uma tiragem de runas em que não há regras rígidas e que irá depender muito da sua própria interpretação.

Leia também:

Sonhou que está caindo? Veja os significados dos sonhos mais comuns que existem

Conheça as simpatias dos três arcanjos para melhorar sua vida