Fale conosco

O que você está procurando?

Astrologia

Signo ascendente predomina depois dos 30 anos? Saiba por que é comum dizer isso

É muito comum as pessoas acharem que, depois dos 30 anos, nós nos tornamos somente o nosso Ascendente. Mas, será que isso é verdade? - Shutterstock

“É verdade que quando chegamos aos 30 anos, o signo ascendente assume o controle, torna-se dominante e substitui, inclusive, o signo solar?”. Essa é uma das grandes dúvidas que a área astrológica possui – mas, será que é verdade? Fomos atrás para descobrir.

COMO SERÁ O SEU DIA HOJE? DESCUBRA TUDO NO HORÓSCOPO DIÁRIO! LÁ TEM TODAS AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO

Aspectos importantes para considerar

Podemos dizer que estes elementos astrológicos são os mais importantes na hora de consultar o horóscopo diário: signo solar, ascendente e lua. Eles atuam revezando a energia de acordo com a sua necessidade. Por exemplo, se precisamos ser mais racionais, o Solar toma esse partido. Se for uma questão mais emocional ou sentimental, a Lua assume. Mas, se precisamos mostrar mais a nossa identidade e personalidade, é o signo ascendente que domina a situação – logo, este aspecto, nos acompanha desde sempre, não só quando chegamos aos 30 anos.

Mas, afinal, por que 30 anos?

Na Astrologia, existe um trânsito astrológico chamado “Retorno de Saturno”. Este planeta, considerado o mais desafiador e o que traz as nossas responsabilidades na vida, estava em um determinado signo quando nascemos. Ele leva cerca de 30 anos para percorrer o zodíaco todo e, finalmente, voltar ao signo de origem quando nascemos. Por isso, é conhecido como Revolução ou Retorno – e este período, normalmente, chega com muitos aprendizados, desafios e mudanças – que nos permitem usufruir melhor de quem somos na totalidade para escolhermos melhor os caminhos que iremos percorrer.

Como Saturno se relaciona com o Ascendente?

É muito fácil observar: nessa época dos 30 anos é muito comum conhecer pessoas que estão em transição de carreira, desistindo (ou aderindo) a ideia de se casar, mudando de curso, entre tantas outras transformações, pelo simples fato de não se verem seguindo mais o mesmo caminho escolhido de antes, tentando, assim, encontrar um novo rumo para sua vida. Trata-se de uma crise existencial muito grande e, como Saturno cobra essa maturidade, também cobra alguns aspectos presentes no Ascendente, pois ele é a forma como nos projetamos no mundo e representa nossa trajetória e nossa existência. Então, quanto mais desenvolvemos nosso Ascendente, mais somos nós mesmos e, aos poucos, percebemos nossos limites, começamos a dar menos importância ao que as pessoas estão dizendo e nos aproximamos cada vez mais da nossa própria verdade.

Leia também:

Lua Crescente em Virgem traz realizações para todos os signos esta semana

Lua desta terça (07) oferece sinal verde no trabalho e com dinheiro