Fale conosco

O que você está procurando?

Astrologia

A Lua na Astrologia e o poder do arquétipo feminino

Dentro dos estudos astrológicos, há uma grande ligação entre a Lua e o sagrado feminino - Shutterstock

Todos nós temos valores masculinos e femininos que funcionam em união. Quando olhamos para a Lua sob ponto de vista astrológico, podemos compreender muitas coisas a respeito de maternidade, cuidado e afeto, fatores que são muito associados ao arquétipo feminino.

COMO SERÁ O SEU DIA HOJE? DESCUBRA TUDO NO HORÓSCOPO DIÁRIO! LÁ ESTÃO TODAS AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO!

A Lua, que nos estudos astrológicos é considerada um planeta, nos ensina sobre o lado emocional, a parte que ama, cuida, protege. Ela também diz respeito a tudo aquilo que nos dá segurança, que é confortável, além de nos passar a sensação de bem-estar.

Essência lunar

Por mais que a Lua trate de questões mais emocionais, é muito importante saber em que signo ela está em nosso Mapa Astral, pois é através deste posicionamento que podemos entender como lidar com nossos sentimentos e termos, assim, maior inteligência emocional. Sabemos que a sensibilidade e as emoções estão ligadas ao aspecto feminino e à polaridade Yin. Por isso, é essencial que os homens também tenham esse conhecimento a respeito da própria Lua, para que possam lidar com suas emoções e sentimentos da melhor forma possível.

Lua e o senso materno

A Lua na Astrologia também nos ensina sobre como nós entendemos a nossa figura materna, assim como nosso nascimento, nossa gestação e filhos. Lua em signos de fogo, por exemplo, traz a energia de uma mãe mais rígida, orgulhosa e aventureira. Em signos de terra, a mãe será mais disciplinada e prática. Aqueles com a Lua em signos de ar poderão ter uma mãe intelectual, amigável e independente. Por fim, tendo a Lua em signos de água, mostra uma mãe um pouco mais coruja e emocional.

Lilith, a lua sombria

Conhecida como Lilith, a lua sombria trata especialmente da nossa relação sem filtro com o feminino. Lilith é um mito que simboliza a primeira mulher de Adão, aquela que se recusou a aceitar a lei da dominação imposta. Ela representa em nós todas as emoções reprimidas que não manifestamos, mas que estão grudadas em nossas emoções – o que há de mais íntimo em cada um. A ideia de Lilith é que possamos nos libertar desses desejos, sermos livres ao expressarmos nossas emoções mais profundas, além de entender as nossas vontades e desejos. 

Lua x Lilith

Enquanto a Lua traz uma energia feminina mais sensível, vulnerável e sentimental, Lilith aponta um outro aspecto das mulheres mais ligado à força e à independência. Ambas são muito importantes e ajudam na conexão com o sagrado feminino.

Leia também

Astros movimentam o trabalho: simpatias para atrair sucesso profissional

Utilize o autoconhecimento para curar a sua vida