Últimas

Conheça a oração do amor-próprio: valorize quem você é

Por Larissa Silva 09/09/2020 ÀS 18H54
Aprenda a fazer a oração do amor-próprio Aprenda a fazer a oração do amor-próprio - Crédito: Pexels

A oração do amor-próprio é um lembrete acerca da importância de se valorizar todos os dias. Pensar em si mesmo(a) não é uma atitude egoísta, mas uma forma de se preservar.

Reflita sobre quantas vezes você colocou as vontades de uma outra pessoa acima das suas. Pense nos momentos que você se colocou em segundo lugar para deixar outro indivíduo brilhar. Lembre-se dos pensamentos negativos que você jogou contra si mesmo(a) por causa de julgamentos. 

Então, essas situações são exemplos de atitudes que impedem que você veja o seu real valor. Afinal, em todos os momentos você deu mais atenção ao que o mundo externo queria de você.

Mas e o seu interior? Será que ele não merece a sua dedicação? Ao olhar para dentro de si você encontra o sentido de estar neste mundo. Você é repleto(a) de talentos, belezas e virtudes que podem ajudar muitas pessoas. Porém, para isso é preciso que você não ouça apenas o que os outros têm a dizer.

Leia cada frase da oração do amor-próprio e aplique esse ensinamento na sua rotina. No final de cada dia, repita a oração antes de tomar banho. Quando terminar de orar, peça para Deus iluminar a sua mente e que você consiga mais sabedoria para viver da melhor forma possível. Em seguida, entre no banho e dedique o momento para se conectar com o seu corpo. Deixe a água tocar a sua pele, sinta os aromas do banheiro e mentalize as suas boas experiências de vida. Você também pode utilizar ervas para energizar o seu banho.

Pense em quem você. Sem julgamentos ou críticas. Não foque apenas na sua aparência, porque ela diz pouco sobre você. Seus desejos, experiências, sentimentos e pensamentos são caminhos que podem te guiar para o autoconhecimento. Ouça a sua voz interna, porque ela nunca irá te trair. 

Oração do amor-próprio

"Que eu saiba primeiro me encontrar, antes de me doar. Que eu possa respeitar os meus próprios limites e aprender a dizer não quando essa é a minha real vontade e direção.

Nos erros que cometo, que eu possa me olhar com todo amor e compaixão, pois sei que faço e dou o meu melhor, que eu aprecie a autogratidão.

Em cada alegria celebro a grandeza de ser quem sou, sem querer ser uma imagem que pintaram de mim, esse tempo acabou. Com carinho eu me cuido e me amparo a cada passo, a cada queda.

Sei que minha força se refaz no meu tempo, e nele meu coração celebra. Que eu não me critique ou me culpe, drenando assim minha própria energia.

Que eu saiba respeitar o meu tempo de florescer a cada dor, que eu possa também me permitir a alegria.

Que antes de eu cuidar do outro, eu olhe para a minha vida, regue o meu jardim para que a doação não me deixe um buraco e eu me sinta depois dolorida.

Que eu não abandone a mim mesmo(a), esperando que alguém venha me salvar, ao invés disso que eu saiba me olhar com amor e me curar. Amém.”

LEIA TAMBÉM:

02595