Notícias

Simpatias para fortalecer a autoestima e o amor próprio

Por Larissa Silva 24/04/2020 ÀS 08H26
Faça de você a sua prioridade. Faça de você a sua prioridade. - Foto Pexels

O amor próprio é o princípio de uma boa autoestima. Quando esse amor não é bem desenvolvido, seja por fatores internos ou influências externas, a vida se torna mais difícil.

Estar bem consigo mesmo(a) facilita na resolução de problemas pessoais e aumenta a capacidade de aproveitar cada fase da vida, sem se importar com o que os outros pensam.

Portanto, que tal aproveitar este período de quarentena para dar mais atenção ao seu corpo e estabelecer uma rotina de cuidados com a sua beleza? Lembrando que cuidar do corpo não quer dizer, necessariamente, emagrecer, ok? 

Como aliadas a esses cuidados, aposte também nas simpatias de autoestima e amor próprio e saiba que tudo que você fizer para si agora, ajudará o seu presente e, consequentemente, o seu futuro. Mas, tenha em mente que tudo isso é para você, não para os outros, combinado?

Rituais para autoestima e amor próprio

Para se sentir mais bonita

Em um dia de Lua Cheia, coloque as pétalas de três rosas brancas e três rosas cor-de-rosa dentro de uma tigela branca. Cubra tudo com água morna, segure a tigela e diga: “Deus te salve, Lua Cheia. És tão bonita. Jogue um pouco da tua luz, teu brilho e tua beleza nesta água de rosas”. Cubra a tigela e deixe-a no sereno durante uma noite. Na manhã seguinte, despeje o líquido no seu corpo, do pescoço para baixo. À noite, use uma roupa cor-de-rosa para dormir. Jogue as pétalas no lixo e volte a utilizar a tigela normalmente.

Fios de cabelo mais brilhantes

Bata a polpa de uma folha de babosa - se o seu cabelo for comprido, pode usar duas folhas - no liquidificador, com um pouco de água, até formar uma pasta. Aplique no cabelo, deixe por 20 minutos e enxágue com bastante água fria.

Levantar o astral

Em uma panela com três litros de água fervente, coloque sete pedras de sal grosso, um objeto pessoal banhado a ouro ou prata e deixe por três horas em seu quarto, sem mexer. Depois, retire o objeto e despeje o preparado do pescoço para baixo após o banho de higiene normal, fazendo uma oração a Nossa Senhora Aparecida. Ao sair do banho, acenda uma vela branca sobre um pires e espere queimar até a metade. Embrulhe a outra metade em um papel branco e jogue no lixo. Use o objeto pessoal como amuleto. Lave e utilize a panela de forma habitual.

Para se sentir sempre jovem

Pegue um vasinho e plante nele uma muda de rosas de qualquer cor. Toda vez que for regá-la, peça para o seu santo de devoção que lhe dê uma aparência sempre jovem e saudável, assim como as pétalas das rosas.

Contra vícios

Monte um pequeno altar, coberto com uma toalha branca. No centro do altar, acenda uma vela marrom. Em uma das pontas da mesa, coloque um copo de água e, na outra, um punhado de sal grosso. Peça ao seu anjo da guarda que benza aquela água em nome de Jesus Cristo, transformando-a em remédio, que ao ser tomado por você, acabe com os seus vícios, tornando-a uma pessoa cheia de vida e com muita vontade de viver. Deixe a vela queimar por inteiro, embrulhe o que sobrar na toalha e beba toda a água, fixando o seu pensamento naquilo que deseja, ou seja, que deixe os vícios que estão dominando você e acabando com sua existência. Enterre o embrulho aos pés de uma árvore, sem contar para ninguém.

Como cultivar o amor próprio?

Pare por um momento e reflita acerca de todos os pensamentos que você teve durante o dia. Em seguida, observe a maneira como você se vê representada neles. Será que você se motiva a ser melhor no dia a dia ou carrega sobre si uma carga pesada de pessimismo? Observe se você não está se cobrando demais, se não está absorvendo o que os outros dizem, sem reconhecer seu verdadeiro valor.

Nesta pandemia, o mundo exterior pode te influenciar a ser mais rigorosa com seus atos e julgadora dos seus sentimentos. Essas atitudes desgastam o seu ser a ponto do corpo físico sentir os malefícios da negatividade. Para evitar os sentimentos destrutivos, alimente a sua mente com leituras, filmes e conversas livres de rancor, ressentimentos, pessimismo e dores.

Ao deixar de lado os agentes externos que sugam a sua energia vital, se olhe no espelho e pense em como o seu relacionamento consigo mesma foi contruído até então. Você se permite ter carinho e afeto pela sua imagem? Reconhecer os seus pontos fortes, muitas vezes, é mais trabalhoso do que identificar os pontos fracos, não é mesmo? Mas, essa é uma tarefa que precisa ser feita diariamente para desenvolver o amor próprio e fortalecer sua autoestima.

Quando sentir a baixa autoestima tomar conta de você, sente-se em um local confortável e coloque as mãos sobre a barriga. Concentre a atenção no movimento que essa região faz durante a respiração. Então, coloque uma das mãos no coração e sinta os batimentos. O momento presente é o único que importa na vida e esse exercício fará com que você volte a pensar no agora; deixando para trás os receios que te impedem de prosseguir. Cultivar o amor próprio requer foco e determinação - aos poucos esse exercício ficará mais fácil e você colherá os frutos do seu esforço.

LEIA TAMBÉM:

01979