Notícias

O que podemos aprender com o isolamento social?

Por Larissa Silva 24/03/2020 ÀS 10H57
O momento é ideal para refletir acerca das próprias atitudes O momento é ideal para refletir acerca das próprias atitudes - Shutterstock

Em um momento de crise, é possível aprender uma nova lição de vida? No meio de uma pandemia provocada por um vírus, podemos acreditar que há algo que possa ser chamado de "bom"? Acreditamos que sim: em qualquer fase da vida, assim como em uma moeda, existem dois lados distintos que se complementam. 

Milhões de pessoas já foram afetadas pelo novo Coronavírus e, diante de tantos casos, decidir pelo distanciamento social foi o método mais seguro e eficaz para frear a transmissão do vírus. Ficar recluso em casa pode ser o único jeito de salvarmos vidas, mas este momento também pode representar uma oportunidade para aprender com o isolamento e tirar lições vão te ajudar a ver com outros olhos a forma como você vive e se relaciona com as pessoas.

Relacionamento interpessoal

Quantas vezes você repetiu a frase "vamos marcar alguma coisa qualquer dia desses" e nunca marcou? Neste momento de isolamento, podemos perceber que perdemos diversas oportunidades de estar junto de pessoas queridas. Seja pela falta de tempo ou pela certeza de que haverá um amanhã, preferimos deixar o encontro físico para outra ocasião. Com a quarentena, entendemos a falta que faz aquela conversa olho a olho, como os abraços são especiais e como são valiosos os contatos com os familiares mais velhos. O tamanho da palavra saudade nunca foi tão grande como agora.

Falta de tempo para si mesmo

Com a correria do dia a dia, além de não termos tempo para os outros, também não temos tempo para nós mesmos. Deixamos de lado nossos desejos para viver uma vida cheia de trabalho e obrigações, sem parar para olhar para dentro e cuidar de si. Agora tudo mudou e estamos diante de um tempo que não imaginávamos ter em algum dia. O que fazer?

Ficar sozinho consigo mesmo, depois de passar tanto tempo imerso em um mundo irreal, pode ser desconfortável. Afinal, é como se você estivesse conhecendo uma nova pessoa. Saiba que agora é o momento ideal para reviver os sonhos de criança e colocar a mão na massa em projetos esquecidos na gaveta. Por que não tentar algo novo? Aproveite, ninguém está vendo então você está livre de julgamentos. Ouça sua música preferida, leia o livro que já está empoeirado na estante, aprenda frases simples de outros idiomas, faça pinturas, crie danças. Olhe para o espelho e pense: o que eu quero fazer por mim hoje? E tudo bem se não quiser fazer nada, apenas deitar e descansar um pouco.

Quem são meus vizinhos?

Já parou para pensar que talvez você não saiba quem mora ao seu lado? Estamos em um momento em que a solidariedade pode salvar muitas vidas. Se você não está no grupo de risco, não mora com alguém que faz parte dele e tem uma boa saúde, pense que perto de você sempre há alguém que precisa da sua ajuda. Podemos melhorar a situação de muitas pessoas com pequenas atitudes diárias. Quando você for ao mercado, por exemplo, além das suas compras você pode fazer as compras de algum idoso que mora perto da sua casa ou em outro andar no seu prédio. Boas ações renovam nosso espírito e criam uma rede de amor e empatia. Cuidar do próximo é cuidar de si mesmo. 

Mudanças na vida

Olhar para dentro de si e ao seu redor é uma forma de avaliar o que faremos daqui pra frente. Afinal, a pandemia do novo Coronavírus irá passar e, quando isso acontecer, como podemos levar essa experiência do isolamento para a vida? Em primeiro lugar, podemos perceber que não somos nada sem o contato e o trabalho de outras pessoas. Cada profissão tem um grande peso dentro do país e, na falta de uma, todas são afetadas.

A empatia é a chave para qualquer nação sair de uma crise. Isso porque ao reconhecer o valor do outro, priorizamos o bem estar de todos. Essa união - sem contato físico, claro - faz com que tiremos o foco do sofrimento causado pela pandemia e mantenhamos a atenção na solidariedade que move o mundo, principalmente neste momento.

LEIA TAMBÉM:

01855