Últimas

Medicina Veterinária Holística

Por Redação João Bidu 25/03/2021 ÀS 16H10
Saiba mais sobre Medicina Veterinária Holística Saiba mais sobre Medicina Veterinária Holística - Shutterstock

A Medicina Veterinária vem se aprimorando sobremaneira ao longo dos anos, na área de diagnósticos médicos veterinários, com a ajuda de tecnologias, as mais modernas possíveis, como Ultrassonografia, Eletrocardiografia, Eletroencefalografia, Ressonância Magnética e outros, em todas as suas áreas e não somente na Clínica de Pequenos Animais. Mas, não é só nessa área que os avanços vêm acontecendo.

A abordagem terapêutica também vem seguindo essa atualização acompanhando a saúde humana e as terapias complementares. Assim, a Oncologia, a Terapia com Células Tronco, e outras terapias convencionais na área veterinária tem acompanhado a medicina humana em sua evolução e abrangência. Também a abordagem ao paciente animal, está ao longo dos anos, focando mais na individualidade deste paciente, e, ainda na interação do mesmo no ambiente em que vive, e na família na qual está inserida, bem como com relação a seu bem-estar. É a isto que chamamos de Terapia Holística.

Por entender que a saúde do animal está inserida num contexto mais amplo, como sua relação e inter-relação com o ambiente que o cerca, é que buscamos entender este processo, e, em que ponto deste relacionamento precisamos intervir buscando um equilíbrio e, assim, estabilizando a saúde de nosso paciente. Sendo assim, trabalhamos, muitas vezes, o pet e seu tutor. É o caso, por exemplo, das Constelações Sistêmicas Veterinárias, aonde o pet e seu tutor são inseridos num mesmo contexto.

Busca-se, então, entender qual a interação existente, e aonde tutor e pet se complementam, se harmonizam ou desarmonizam. Procura-se, então, equilibrar esta relação, energeticamente falando.Mas, as terapias holísticas também podem ser aplicadas no  animal (paciente) individualizando-o. Terapias com cristais, aromas, homeopatia, florais, cromoterapia, fitoterapia, Reiki, benzimento e outros também compõem essa gama de opções, que nos auxiliam a “cuidar” do nosso pet, de modo mais natural possível, fazendo-o responder naturalmente a seu organismo, e, equilibrando-o de forma harmoniosa.

E, ainda podemos lançar mão, inclusive, da Astrologia como ferramenta para nos ajudar neste processo. Com a carta natal do animal, podemos conhecer mais sobre sua personalidade, atitudes, sentimentos e patologias. Através da carta astrológica do Pet, podemos avaliar em que pontos existe déficit ou excesso de elementos da natureza (ar, água, fogo e terra), por exemplo, e, através dos planetas e signos correspondentes, indicamos Florais de Bach, e, sais de homeopatia, no intuito de tratar ou complementar o tratamento alopático deste paciente (se for o caso), ou apenas, equilibrá-lo, energeticamente.

+ Já pensou em entender o comportamento do seu Pet? Saiba como lidar com seu bichinho de estimação através do Mapa dos Pets

Se você é adepta (o) das terapias naturais, e, deseja utilizá-las também com seu animal de estimação, você poderá fazê-lo, interagindo aqui conosco, e, aplicando os ensinamentos que dividiremos com todos vocês nesta coluna, a partir de agora. E, saiba que eles (os animais) são muito receptivos a qualquer terapia energética que se queira aplicar neles. Porque eles não têm bloqueios e/ou crenças limitantes, e, assim, usufruem ao máximo das energias que estão ao seu dispor.

E, o mais importante, eles interagem e confiam muito em seus tutores, o que torna tudo mais prazeroso para ambos. E, quem melhor do que você para saber o que seu pet necessita e o que é melhor pra ele! 

Espero que os Petlovers gostem destes assuntos, e, interajam muito conosco!

 

TEXTO: M.V. Solange Cestero Rodriguez CRMV-SP 6472

INSTAGRAM: @solange_vet

LEIA TAMBÉM:

03579