Últimas

Dia de São João: conheça a história do santo e sua oração sagrada

Por Redação João Bidu 24/06/2021 ÀS 09H00
Confira a trajetória de São João Batista, o santo responsável por batizar Jesus Cristo nas águas do Rio Jordão Confira a trajetória de São João Batista, o santo responsável por batizar Jesus Cristo nas águas do Rio Jordão - Shutterstock

No dia 24 de junho é comemorado o Dia de São João, o santo que simboliza as fogueiras nas festas juninas. O dia é comemorado pelo público com muita dança e comidas típicas, além de fazerem a oração de São João Batista para homenagear o santo e comemorar o seu dia.

Por conta da pandemia, as famosas festas de São João não poderão ser realizadas devido a grande concentração de pessoas – o que deve ser evitado no momento para o bem de todos. Mas ainda é possível comemorar a celebração em casa, seja preparando o seu prato favorito ou colocando as músicas temáticas para tocar.

Conheça a história do santo responsável pelo batismo de Jesus Cristo e a oração sagrada para a intercessão de São João!

+Inscreva-se no Clube de Membros do João Bidu no YouTube e receba conteúdo exclusivo! Acesse neste LINK.

História de São João

Ao contrário de muitos outros santos, festejados em datas que coincidem com os dias de suas mortes, São João passou a ser comemorado no dia 24 de junho porque esta é a data de seu nascimento.

Conta-se que, na noite em que veio ao mundo, Isabel, sua mãe, ergueu um mastro e acendeu uma fogueira para que sua prima Maria soubesse do ocorrido.

Isabel era considerada estéril por já ter idade avançada e nunca ter engravidado. Então, o nascimento de João anunciava um novo período - precedente à chegada de Jesus - no qual as mulheres tornaram-se fecundas e a força profética era cada vez mais disseminada. 

É dito que, graças à fé de Isabel, o anjo Gabriel foi visto pelo seu esposo, Zacarias. A divindade disse que ela teria um filho e que o nome seria João. No entanto, por não acreditar na profecia do anjo, Zacarias ficou mudo e, após algum tempo, sua esposa ficou grávida conforme o aviso celestial.

A fogueira e o mastro usados por Isabel para anunciar a chegada de seu filho transformaram-se em uma tradição e são elementos presentes na festa de São João! Além disso, muita música, dança e comidas típicas marcam a celebração em todo o Brasil.

São João Batista na idade adulta

Em certo momento de sua vida, São João residiu no deserto para poder rezar e fazer sacrifícios para Deus perdoar os pecados dos fiéis. Por ser um local com poucas alternativas para a sobrevivência, João vivia com muita dificuldade, porém sua fé era maior que qualquer coisa. 

Seu testemunho chegou ao ouvido de várias pessoas, que o consideraram um profeta e, assim, passaram a seguir os seus passos. Dessa forma, São João pode pregar a vinda do Salvador e conseguiu batizar diversos fiéis no rio Jordão.

A Bíblia nos conta que, mesmo sem ter pecado algum, Jesus esteve com João para também ser batizado, assim como os outros que ali aguardavam. Por um momento, João Batista hesitou, afinal, estava diante do filho de Deus. Mas, logo comoveu-se com o exemplo de confissão de Cristo.

Jesus também nutria uma admiração muito grande por João Batista, o que pode ser comprovado pelas escrituras sagradas, no livro de Mateus 11, 7-11 e 14-15: “Na verdade vos digo que, entre os nascidos de mulher, não apareceu nenhum maior do que João, o Batista. E, se quereis aceitá-lo, ele mesmo é o Elias que há de vir. O que tem ouvidos, ouça!”, disse Jesus às multidões.

Então, não importa onde você esteja, celebre o santo de coração aberto, com muita fé e esperança por meio da oração.

Oração de São João Batista

"Ó, glorioso São João Batista, príncipe dos profetas, precursor do divino redentor, primogênito da graça de Jesus e da intercessão de sua santíssima mãe, que fostes grande diante do Senhor, pelos estupendos dons da graça de que fostes maravilhosamente enriquecido desde o ceio materno, e por vossas admiráveis virtudes, alcançai-me de Jesus, ardentemente vos suplico, que me dê a graça de o amar e servir com extremado afeto e dedicação até a morte. Alcançai-me também, meu excelso protetor, singular devoção a Virgem Maria Santíssima, que por amor de vós foi com pressa à casa de vossa mãe Isabel, para serdes livre do pecado original e cheio dos dons do Espírito Santo. Se me conseguires estas duas graças, como muito espero de vossa grande bondade e poderoso valimento, estou certa de que, amando até a morte a Jesus e a Maria, salvarei minha alma e no céu convosco e com todos os anjos e santos amarei e louvarei a Jesus e a Maria entre gozos e delícias eternas. Amém"

LEIA TAMBÉM:

04022