Religiosidade e fé

Qual a visão que o islamismo tem das mulheres?

Por Redação João Bidu 06/09/2017 ÀS 14H01
A foto mostra uma mulher de burca, representando a visão do islamismo sobre as mulheres A foto mostra uma mulher de burca, representando a visão do islamismo sobre as mulheres - Foto: Shutterstock.com

Para o islamismo, homens e mulheres são iguais enquanto seres humanos. No entanto, possuem diferenças nas características com as quais foram criados, um fato óbvio. Por isso, a doutrina determina direitos e deveres de acordo com as particularidades de cada gênero, garantindo suas atribuições e seus benefícios de maneira justa e harmônica.

Aliás, com a revelação do Alcorão ao profeta Maomé, foram estabelecidos também os direitos da mulher muçulmana, como o voto, a herança, o divórcio, a disposição de seus bens da maneira que quiser (sem a tutela de nenhum homem), o trabalho, o estudo, o prazer sexual, entre outros – vale observar, por exemplo, que as mulheres conquistaram direito ao voto no Brasil somente em 1932.

Vestimentas

Entretanto, há uma visão de que o islamismo é uma religião que oprime as mulheres. Um dos principais motivos para isso são questões do cotidiano, como a vestimenta (principalmente o hijab) e o comportamento social, que estão prescritos no Alcorão. A mulher muçulmana deve andar com o corpo e os cabelos cobertos como uma proteção a ela mesma, assim como o homem também não pode andar com as partes íntimas descobertas ou sem camisa.

Casamento

O casamento também possui direitos e deveres bem claros, tanto para o homem quanto para a mulher muçulmanos. O marido é o chefe da família e deve arcar com todas as despesas e responsabilidades para a manutenção do lar. Já a esposa também pode trabalhar, mas seu salário é utilizado para uso próprio, pois não é sua obrigação o sustento da casa. As decisões também devem ser tomadas em grupo, mas a palavra final é do homem, justamente o responsável por todas as consequências de sua escolha (para o bem e para o mal).

Uma das atribuições da mulher é obter o conhecimento e a sabedoria, principalmente para a maternidade, pois cabe a ela a educação dos filhos. “O paraíso jaz aos pés de uma mãe”, afirmou o profeta Maomé em uma Hadith. E, para a doutrina islâmica, a posição da mãe é três vezes superior à do pai.

É importante ressaltar que o uso do véu pelas mulheres e a conduta no casamento são questões de fé, ou seja, coisas em que as pessoas acreditam ser certas e de acordo com as leis divinas. “O Alcorão estabelece normas e condutas, mas deixa sempre as pessoas livres para a escolha de seu caminho”, reforça Rafael Hussein, do site Islamismo Brasil.

LEIA TAMBÉM

Texto: Thiago Koguchi - Edição: Giovane Rocha noEmbed

0392