Geral

Está tendo sonhos estranhos? A Astrologia pode explicar!

Por Bruna Giorgi 29/05/2020 ÀS 16H39
A Astrologia pode ajudar a entender o motivo de tantos sonhos estranhos A Astrologia pode ajudar a entender o motivo de tantos sonhos estranhos - Crédito: Craig Adderley/Pexels

A quarentena tem provocado uma grande frequência de sonhos estranhos em muita gente. Pessoas de todo o mundo estão contando memórias noturnas desconfortáveis, esquisitas, embaraçosas ou até como pesadelos.

Obviamente, existem razões científicas para isso. A ansiedade está mexendo com nossos padrões de sono e influenciando as histórias que vivemos durante a noite, no inconsciente.

Mas, a Astrologia também tem uma explicação para toda essa atividade noturna agitada. E isso tem a ver com a relação de Júpiter e Plutão, que estão em um conflito neste ano de 2020.

O que esses planetas significam

Plutão governa o inconsciente, a sombra, aquilo que escondemos dos outros. Júpiter, por outro lado, é a lanterna que expõe todas as informações ocultas da nossa visão. A cada 12-13 anos, os dois planetas orbitam muito próximos, em uma conjunção

Na mitologia romana, Júpiter - Zeus aos antigos gregos - é o deus de todos os deuses e o governante do céu e do trovão, enquanto Plutão - ou Hades, para os gregos - dominava o submundo. Em outras palavras, Júpiter gerencia os céus e Plutão governa o inferno.

À medida que Júpiter e Plutão combinam forças, eles provocam uma avalanche interna; um faz as questões do nosso subconsciente virem à tona e o outro ilumina elas.  Assim, os sonhos estranhos se tornam mais frequentes.

Conjunção em Capricórnio

Essa é a relação poderosa existente entre Plutão e Júpiter durante todo o ano, no signo de Capricórnio. Esse aspecto é quando eles estão próximos em suas órbitas, o que potencializa as características planetárias envolvidas.

Em abril, os dois planetas estiveram juntinhos, e farão ainda mais duas conjunções exatas este ano, nos dias 30 de junho e 12 de novembro, o que intensificará a questão dos sonhos estranhos.

Como ambos se movem pela constelação de Capricórnio, as histórias oníricas têm, muitas vezes, relações com o poder, ambiente de trabalho e questões que quebram a tradição. Nesses sonhos, é comum nos sentirmos “errados” no contexto ou até agindo de forma imoral.

Momento de autoconhecimento

Apesar de causar estranheza, este período é um momento interessante e que incentiva o autoconhecimento. Procure compreender a situação vivenciada e entender (ou tentar) o que está por trás dos seus sonhos estranhos. A interpretação é muito pessoal e nos leva ao autoconhecimento.

Mas, é claro, se estiver incomodado, com dificuldade de dormir ou descansar, aposte em terapias holísticas ou até procure um médico especializado em saúde mental.

Texto: Bruna Giorgi - Astróloga

Instagram: @in.flua

 

LEIA TAMBÉM:

02126