Geral

Nodo norte em Gêmeos: o fim do idealismo

Por Virgínia Rodrigues 08/05/2020 ÀS 16H30
Entenda o que é o nodo norte e como ele influencia nossas vidas Entenda o que é o nodo norte e como ele influencia nossas vidas - ArTono/Shutterstock

Dia desses, em uma reunião, uma colega pediu licença para falar com sua filha por alguns segundos. A filha, de quatro anos, estava reproduzindo os movimentos da minha colega ao computador, durante suas reuniões de trabalho. “Ela fica olhando e tenta imitar quando eu saio”, ela riu e me disse, desconcertada. Logo pensei “essa criança deve ter Gêmeos no mapa”. 

Quando pensamos no signo de Gêmeos, podemos, ilustrativamente, imaginar uma criança que aprende por observação. Tudo é interessante. Tudo é curioso. Tudo é informação. Tudo é importante. O conhecimento é plural. Nada é absoluto diante do conhecimento. 

Entre maio de 2020 e janeiro de 2022, seremos como a filha da minha colega: convidados a considerar tudo interessante e fonte de aprendizado. Aprenderemos com o outro e com a observação daqueles que são iguais a nós.

Entre maio de 2020 e janeiro de 2020, os eixos nodais - nodos norte e sul - sairão de Câncer e Capricórnio – o eixo das emoções - e entrarão no eixo Gêmeos e Sagitário, o eixo do conhecimento. 

O que são os nodos norte e sul

O nodo sul, ou cauda do dragão, representa os hábitos e tendências que expressamos com facilidade - mas que nos incomodam por razões que não entendemos - e são a nossa zona de conforto. São as características que expressamos porque estamos familiarizados. São os traços provenientes de memórias e experiências passadas, os quais estamos acostumados a tomar como certos e repetir. São os ensinamentos que trazemos da nossa ancestralidade, os vícios, os padrões e as tendências destrutivas.

O nodo norte, ou cabeça do dragão, por sua vez, nos mostra aquilo que precisamos experimentar e evoluir durante a nossa vida. Junto ao Sol, representa aquilo que viemos desenvolver nesta existência. O signo que está no nodo norte nos aponta o caminho a seguir. Enquanto humanidade, até meados de 2022, o caminho a seguir será o de Gêmeos; o caminho do conhecimento.

Mudanças

Em gêmeos, as atividades comerciais e educacionais serão convidadas à novidade: o modelo de comércio provavelmente irá a mudar. A educação se simplificará para se adaptar. Com Urano em Touro, o comércio local ou e-commerce deverão ganhar forças. No que diz respeito às viagens, antes, privilegiava-se as viagens longas, sagitarianas - hoje, terão foco as viagens curtas, a locais mais próximos. O comércio local ganhará força, bem como os pequenos e médios empresários. É o momento da pluralidade. No campo educacional, as escolas se adaptarão à realidade tecnológica.

Muitas filosofias, crenças e ideais serão afetados. Confiaremos menos em grandes autoridades, veremos a queda de grandes figuras conhecidas, recorreremos menos a grandes influenciadores, procuraremos menos pelo óbvio: o valor estará no simples, no acessível, no conhecimento puro, nas pessoas de verdade, naquele amigo que muito sabe e pode compartilhar. 

Livres de grandiosidades, seremos capazes de acessar à simplicidade. 

Livres de amarras ao conhecimento, seremos capazes de aprender. 

Livres de amarras, seremos capazes de nos desconhecer. E nos reconhecer. 

Livres para aprender. Para observar. 

É somente abandonando nossas certezas, nossas crenças e nossos ideais, que estamos prontos à inconstância e à incoerência da vida. E, assim, nas palavras de Fernando Pessoa, “desconhecendo-nos a nós e aos outros, e por isso, entendendo-nos alegremente” passaremos “ao som da grande orquestra dos astros, sob os olhares desdenhosos e alheios dos organizadores deste espetáculo” a ser livres das ilusões que nos criaram, e abertos, como uma criança que aprende ao observar, a encontrar o nosso caminho, por meio do conhecimento simples, profundo e real.

Texto: Virgínia Rodrigues - Astróloga

Instagram: @rodriguesvirginia

 

LEIA TAMBÉM:

02032