Notícias

Dia do abraço: confira o abraço de cada signo e como celebrar a data na quarentena

Por Redação João Bidu 22/05/2020 ÀS 08H55
O abraço libera no organismo o hormônio do amor e do bem-estar O abraço libera no organismo o hormônio do amor e do bem-estar - Crédito: Edward Eyer/Pexels

Atos de gentileza e demonstrações de amor são tão poderosos que podem até salvar vidas. Por isso, o Dia do Abraço, celebrado em 22 de maio, é uma data que não pode passar em branco. 

Com a necessidade do isolamento social, neste momento, ficar longe fisicamente das pessoas é a maneira mais eficaz de controlar o fluxo de transmissão da Covid-19 e, assim, possibilitar que os abraços quentinhos e apertados retornem o quanto antes para nossas vidas. Ou seja, neste período, evitar os contatos físicos e os abraços é justamente o maior ato de cuidado com os outros.

Mas, enquanto o isolamento não acaba, você pode comemorar o Dia do Abraço - e todos os outros dias! - na quarentena com atitudes de carinho e empatia pelo próximo por meio da internet, para formar uma corrente do bem, na qual todos possam transmitir e receber mais amor.

Melhore sua saúde com atos de gentileza

Os pensamentos e as práticas de gentileza, consigo e com os outros, podem promover uma sensação de bem-estar geral. Essa foi a descoberta de pesquisadores das universidades de Oxford e Exeter, no Reino Unido, que realizaram uma investigação para explorar a correlação entre ter pensamentos gentis e o estado psicológico de uma pessoa.

O estudo publicado na revista científica Clinical Psychological Science, em fevereiro de 2019, descreve que foram selecionados 135 estudantes divididos em cinco grupos. O teste pediu que os participantes ouvissem áudios com instruções que os encorajavam a pensar gentilmente ou de forma crítica sobre si e sobre os outros.

Em seguida, eles responderam algumas questões sobre se sentirem bondosos e seguros e foi avaliada também a frequência cardíaca dos participantes. O grupo que ouviu as mensagens de encorajamento estava mais propenso a exibir uma resposta corporal associada ao relaxamento e ao sentimento de segurança. Os batimentos cardíacos das pessoas desse grupo diminuíram de frequência, algo que os pesquisadores atribuem ser um sinal saudável do coração respondendo de forma flexível às situações.

Já o grupo que ouviu áudios mais críticos teve uma frequência cardíaca alta e uma resposta de suor, indicando sentimentos de ameaça e aflição. Para os pesquisadores líderes do estudo, a capacidade de desativar naturalmente uma resposta de ameaça do corpo impulsiona o sistema imunológico - responsável pela defesa do organismo - e dá às pessoas maiores chances de se recuperar de uma doença.

Logo, as descobertas a partir das mensagens de gentileza sugerem que ter compaixão consigo mesmo coloca o corpo em um estado de segurança e relaxamento, sensações importantes para incentivar a regeneração e a cura de uma doença, por exemplo.

Os resultados dessa pesquisa contribuem, inclusive, com estudos sobre a depressão, pois indivíduos nesse estado clínico podem se beneficiar com o aprendizado em serem mais auto competentes e gentis com si mesmos.

Hormônio do amor

Tanto em quem recebe um gesto gentil, quanto em quem pratica, ocorre uma liberação de hormônios responsáveis pela sensação de felicidade e amor. Entre eles estão a serotonina, responsável pela felicidade; a ocitocina, ligada ao sentimento de amor; e a endorfina, associada ao bem-estar. Esses hormônios começam a ser excretados de forma natural no organismo quando fazemos o bem às pessoas.

O que fazer na quarentena?

A atitude gentil é um convite para as relações saudáveis, porque ela cria um clima de harmonia, confiança e segurança emocional, tanto física quanto social e espiritual. O ser humano precisa dessa relação para viver mais tranquilamente. Por isso, nesta quarentena, mais do que nunca, os atos de gentileza precisam ser propagados para que o maior número possível de pessoas seja benefíciado pelo amor.

Quando uma pessoa recebe um gesto de gentileza, o cérebro se conecta à sensação de bem-estar, de alegria, de satisfação e de reconhecimento.

Mas, como comemorar o Dia do Abraço no meio de uma pandemia de um vírus tão facilmente transmissível de pessoa para pessoa? Os gestos de gentileza vão além do contato físico entre os corpos; eles também podem ser um chamado de bom dia, uma mensagem de gratidão, um gesto de perdão, de elogio, de ceder espaço ao outro ou apenas desejar algo bom. Se você puder, considere fazer doações para quem está precisando mais neste momento tão difícil pelo qual estamos passando.

Essas atitudes constroem os vínculos sociais, mesmo a distância, e geram um clima interno e externo mais agradável e harmonioso - como um abraço.

O abraço de cada signo

Para se preparar para quando os abraços voltarem ao nosso dia a dia e relembrar um pouco dos abraços dos quais você mais sente saudade, confira o jeitinho que o abraço de cada signo tem.

Áries (21/3 a 20/4)

Esse signo não tem vergonha nenhuma de demonstrar todo o seu sentimento. Pode até parecer turrão, mas quando é pra abraçar, Áries abraça com gosto!

Touro (21/4 a 20/5)

Esse signo gosta de se sentir protegido, por isso, abraça apertado. Afinal, para Touro, o abraço é todo seu e de mais ninguém.

Gêmeos (21/5 a 20/6)

Seu abraço é animado e cheio de movimento. É provável que abrace, levantando e balançando a pessoa - imagina quando for a hora de matar a saudade?

Câncer (21/6 a 21/7)

É o abraço mais carinhoso do Zodíaco. E se a outra pessoa não se separar, essa união vai demorar um tempão.

Leão (22/7 a 22/8)

A pessoa desse signo dá uma abraço bem forte e gostoso. Afinal, quer marcar presença e ganhar elogios - mas também quer que todos se sintam queridos.

Virgem (23/8 a 22/9)

Virgem não é de demonstrações públicas de carinho. Dá um abraço rápido e mantendo uma certa distância da pessoa. Mas, na intimidade, tem um abraço carinhoso e apertado.

Libra (23/9 a 22/10)

Seja com quem ama ou um amigo, o abraço de Libra é apaixonante: não economiza no sentimento e no carinho. Os nativos desse signo adoram um abraço!

Escorpião (23/10 a 21/11)

Como tudo na vida, até o abraço de Escorpião é intenso e envolvente. Afinal, esse signo tem pegada. E os escorpianos gostam muito de abraçar os outros.

Sagitário (22/11 a 21/12)

Divertido e exagerado, esse signo abraça com muito entusiasmo, com direito a gritinhos e pulos de alegria. Ótimo para dar aquele up no nosso dia.

Capricórnio (22/12 a 20/1)

Como é sério e um pouco tímido, fica meio sem jeito na hora de abraçar alguém. Prefere um abraço mais formal, a menos que a pessoa seja íntima.

Aquário (21/1 a 19/2)

Esse signo não é tão emotivo, então não fica abraçando por aí. Mas, quando é pra abraçar, o aquariano surpreende e dá um abração inesperado e muito gostoso.

Peixes (20/2 a 20/3)

A pessoa desse signo é emotiva e gosta de muito carinho. Seu abraço é sensível e acolhedor - e pra ela, quanto mais abraços, melhor!

LEIA TAMBÉM:

02086