Notícias

O Ano do Sol e a Covid-19

Por Renata Prado 26/03/2020 ÀS 13H22
Como explicar a pandemia no Ano do Sol Como explicar a pandemia no Ano do Sol - Jonathan Borba/Unsplash

Olá, meus amores! Hoje eu vim aqui para cuidar de você; quero saber como você está, como está cuidando do seu mental e do seu emocional? São tantas notícias, tantas coisas acontecendo e um turbilhão de emoção nos invade e, com isso, vem o medo, a ansiedade e a angústia, não é mesmo? Neste momento, é muito importante cuidarmos de nós; o isolamento agora é um ato de amor!

Mas além do amor ao próximo, precisamos cuidar de nós mesmos. Portanto, eu digo: vamos desligar um pouquinho os noticiários e olhar para dentro? Você não está só - eu estou aqui por você e para você.

Tire um tempinho agora para relaxar, entender o que está acontecendo neste Ano do Sol com a Covid-19 e aproveitar algumas dicas que tenho para te dar.

O que está acontecendo? Não é o Ano do Sol?

Marte deu passagem ao Sol e, por isso, estamos vivendo uma grande mudança planetária. Porém, como venho falando em artigos anteriores, são mudanças que vêm com grandes desafios que reverberam em nós de forma impactante, abalando nossas estruturas.

Era previsto um ano de reencontro com a nossa essência, por meio de questões que poderiam abalar a economia. Sabíamos que líderes de países encontrariam grandes dificuldades e que poderiam vir de guerras ou catástrofes, trazendo desencontro e desequilíbrio. E é o que estamos vivendo hoje.

É um ano em que precisamos realmente tomar consciência de quem somos, precisamos ter mais empatia, ter amor por si mesmo, ser solidário com a dor do outro e ter disciplina. Não dá para ficar nesses embates, medindo forças e discutindo política! A situação que temos hoje é essa e eu te pergunto: o que você vai fazer por você, quem você decide ser depois que isso tudo passar?

A mensagem do oráculo

Usei para essa leitura o baralho cigano e, na tiragem, temos alianças, estrela e árvore.

O atual momento nos pede para que se olhe para dentro - esse é um chamado para desacelerar. Então, faça uma aliança com toda a espiritualidade que permeia sua jornada, conte com os amigos espiritualistas. Não é um momento para entrar em embates. Perceba que a vida é mais que produzir, procriar e alimentar-se - a vida é fonte espiritual. É um momento em que você tem de perceber quem realmente você é, é um momento de recolhimento e entendimento.

Isso vai passar e, no fim, virão grandes mudanças e transformações impactantes na nossa jornada, que nos trarão muita realização e resgate de poder interior e pessoal. Mas, para isso, teremos que passar pelo desafios de ser humanos e encarar nossas sombras. 

Portanto, foque no seu autoconhecimento e na tomada de consciência; quanto mais lúcidos de quem somos estivermos, mais rapido isso poderá acabar. Mas saiba que nunca mais você será o mesmo e que as lições deste período serão grandiosas para a sua jornada. Confie e lembre-se: a saída é para dentro.

Dicas

A princípio, quero que você tome nota de algumas dicas que darei sobre como controlar a ansiedade e manter o equilíbrio mental nesta fase. Sabe aquele ditado "mente sã, corpo são"? É isso. Cuidar da sua mente e da qualidade dos seus pensamentos é essencial para uma vida - e uma quarentena - melhor. Claro que não há um roteiro definido, mas posso te ajudar um pouco, então lá vai:

  1. Medite: pare um momento e conecte-se com seu eu interior. Lembre-se de que você é um ser de luz. Faça um carinho na sua alma;
  2. Coma bem: mantenha uma boa alimentação, sem sair exagerando ou esquecer de comer só porque está em casa;
  3. Durma bem: isso ajuda a manter a produtividade ao longo do dia e a proteger sua imunidade;
  4. Faça exercícios: pode ser alongamento, aeróbico, yoga ou o que você preferir. O importante é movimentar o corpo;
  5. Peça ajuda: se precisar de ajuda, não tenha receio de pedir. Saiba que, mesmo distante fisicamente, você não está sozinho;
  6. Desligue-se das notícias: seja na televisão ou no celular, evite ver o noticiário o tempo todo. Se manter informado é importante, mas sua saúde mental é ainda mais;
  7. Substitua os pensamento negativos: quando o pessimismo invadir sua mente, tente substituí-lo por três pensamentos positivos;
  8. Trabalhe a energia do amor: cuide de quem você ama, faça doações para quem precisa se puder, ajude os vizinhos mais idosos - enfim, busque praticar o amor com o que estiver ao seu alcance;
  9. Tenha um momento de espiritualidade: escolha um momento do dia para fazer uma prece ou uma conexão com as forças nas quais você acredita - não importa o que, desde que seja com todo o seu coração;
  10. Entenda seus medos: procure compreender qual a origem do medo que está sentindo e tente se tornar amigo dele. Observe como ele te afeta, respire fundo por três vezes, feche seus olhos e imagine uma tela branca. Coloque seu medo em uma imagem refletida na tela. Agora, faça com que esse medo da imagem fique mais escuro a cada segundo, até se tornar preto e branco e desapareça em uma tela preta. Note que você já não sente mais a mesma emoção, repita esse procedimento por 5 vezes. Sempre que sentir alguma angústia, faça esse exercício.

Lembre, quanto mais alinhados com o nosso propósito de vida estivermos, mais rápidos mudaremos este cenário. Você não nasceu para sofrer; nascemos para ter uma vida alegre e abundante, então vamos fazer esse caminho juntos. Você não está sozinho.

Texto: Renata Prado - Terapeuta e taróloga

Instagram: @renataprado.terapeuta

 

LEIA TAMBÉM:

01874